Após dez anos, pontos corridos vê domínio do São Paulo

O inédito tricampeonato brasileiro em 2006, 2007 e 2008 é o melhor retrato de que, passados dez anos, o São Paulo foi o clube que mais destaque teve no sistema de pontos corridos na Série A Nacional.

Não só no número de títulos o time do Morumbi se destaca, mas também outros que o colocam como o que melhor se adequou ao formato iniciado em 2003, segundo mostram números do Datafolha.

Em dez anos, o São Paulo foi o time que mais vezes ocupou a liderança ao final de uma rodada. Liderou 65 de um total de 400 (passou 16,5% dos pontos corridos na ponta da tabela). Foi também o que mais somou pontos, 693. O Inter, segundo colocado na soma geral, tem 629.

O time paulista também foi o time que mais vezes ficou colocado na zona de classificação para a Libertadores do Brasileiro: 199 rodadas (49,8%).

Como consequência até natural disso, foi um dos sete clubes a passarem pela elite que não foram rebaixados. Foi o terceiro que menos passou pela zona de degola; apenas nove rodadas.

No quesito liderança, o time do Morumbi foi seguido de perto pelo Corinthians, que ficou na ponta da tabela 59 rodadas.

O Cruzeiro ficou 50, e o Fluminense, 44. O Santos aparece com 30. Palmeiras e Atlético-MG são os primeiros não campeões na era dos pontos corridos a aparecem a seguir, com 24 rodadas cada.

Algumas equipes chegaram a ocupar a liderança em apenas uma rodada, como Vitória, Goiás, Náutico e Avaí. Algumas jamais chegaram à ponta, como Ceará, Guarani, Fortaleza, Juventude e Paysandu, entre outros.

A zona de classificação para a Libertadores indica outros times que também tiveram vida estável nos pontos corridos. Cruzeiro (146 rodadas nessa zona), Santos (144), Internacional (135), Fluminense (117) e Corinthians (111) foram os que mais estiveram por lá.

Desses, apenas Corinthians e Fluminense destoaram da regularidade dos demais e passaram apuros e fortes emoções com a ameaça de descenso.

O Corinthians sentiu o drama na pele ao cair em 2007 e, em dez anos, ficou 44 rodadas na zona de degola. Segundo maior campeão dos pontos corridos, com dois títulos, o clube da Fluminense não foi sempre um time a meter medo.  Passou 78 rodadas na zona de rebaixamento. É o terceiro clube que mais foi ameaçado. Mas nunca caiu nos pontos corridos.

O time carioca passou por apuros em 2008 e 2009. Na temporada de 2009 ficou 27 rodadas na incômoda zona e se safou graças a uma incrível reação nas últimas rodadas, que rendeu o rótulo de “time de guerreiros” ao elenco então comandado pelo técnico Cuca, hoje no Atlético-MG.

Internacional (6 rodadas), Cruzeiro (8), São Paulo (9) e Santos (28) foram os times que menos passaram apuros.

Em dez anos de pontos corridos, houve seis campeões: São Paulo (três vezes), Fluminense Corinthians (duas vezes cada), Cruzeiro, Santos e Flamengo.

FLAMENGO É O ÚNICO CAMPEÃO QUE DESTOA DOS DEMAIS

  • O Flamengo é o único campeão dos pontos corridos cujos números nesta era destoam dos demais que já levantaram a taça. Entre as equipes que mais rodadas lideraram, é apenas a décima, apenas em 13 rodadas. Fica atrás, nesse quesito, de times que não ganharam o torneio nos pontos corridos, como Palmeiras, Atlético-MG e Grêmio. Em termos de se situar na zona de Libertadores, é ainda pior. É apenas o 13º que mais figurou nessa zona, em 54 rodadas. Fica atrás até de clubes que foram rebaixados e disputaram menos edições, como Palmeiras, Grêmio, Atlético-MG e o Goiás. O Flamengo também viveu apuros com a ameaça do rebaixamento, apesar de jamais ter caído. Foi o 11º clube que mais passou por essa zona, 56 rodadas. Passou mais, por exemplo, do que o Palmeiras (46 rodadas), Corinthians (44) e Vasco (36), que caíram na era dos pontos corridos.

PONTOS CORRIDOS NÃO SUGERIAM REBAIXAMENTO PALMEIRENSE

Apesar de fazer um péssimo Campeonato Brasileiro em 2012 e ser rebaixado por uma diferença de 11 pontos da salvação, o Palmeiras não fez, nas outras oito edições que disputou, campanhas que pudessem indicá-lo com um time potencial para a queda. A equipe alviverde passou só nesse Brasileiro 32 rodadas na zona de rebaixamento. Antes disso, em oito anos, havia ficado apenas 14 vezes na zona de degola. Passou menos vezes pela área perigosa, por exemplo, do que Flamengo (56), Fluminense (78) e Botafogo (61), clubes que nunca caíram nessa era. O Palmeiras ainda é o primeiro clube que não foi campeão brasileiro a aparecer no ranking dos que mais lideraram o torneio, na sexta posição, se situando na ponta em 24 rodadas. Está acima até do Flamengo, que já foi campeão, que liderou 13 vezes. O clube alviverde também é o sétimo time que mais vezes se situou na zona de classificação da Libertadores.

FREQUENTADORES DA DONA DE REBAIXAMENTO NOS PONTOS CORRIDOS

Time Rodadas na zona de rebaixamento Campeonatos disputados
Atlético-MG 88 9
Atlético-PR 84 9
Fluminense 78 10
Goiás 77 8
Figueirense 72 9
Grêmio 68 9
Atlético-GO 68 3
Paysandu 63 3
Fortaleza 62 3
Botafogo 61 9
Flamengo 56 10
Náutico 56 4
Sport 56 5
Juventude 53 5
Avaí 51 4
Palmeiras 46 9
Corinthians 44 9
Guarani 38 3
Paraná 38 5
Vasco 36 9
América-RN 35 1
Ipatinga 35 1
Santa Cruz 35 1
Bahia 34 3
América-MG 33 1
Ponte Preta 33 5
Santos 28 10
Barueri/Prudente 25 2
Coritiba 23 7
Brasiliense 21 1
Portugesa 21 2
São Caetano 17 4
Vitória 16 5
Santo André 15 1
Ceará 9 2
São Paulo 9 10
Cruzeiro 8 10
Inter 6 10
Criciúma 3 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*