Antony relembra infância como torcedor do São Paulo

Foram necessários menos de 20 jogos com a camisa do São Paulo para que o jovem Antony, de 19 anos, se tornasse um dos jogadores mais ovacionados pela torcida Tricolor. Cria da base, essa identidade vem de muito antes dele se tornar profissional.

Quando criança, Antony era torcedor assíduo nas arquibancadas do Morumbi. A sua paixão pelo São Paulo já foi flagrada em vídeos de amigos (veja abaixo), e ele nunca escondeu a felicidade por jogar no time do coração.

– Começou com minha tia. Desde pequeno ela costumava me levar ao estádio, e dali eu fui pegando gosto. Ela me levava sempre em jogos da Libertadores, clássicos… Era o que a gente mais curtia – afirmou Antony, ao Esporte Espetacular.

– A partir do momento que eu comecei a torcer, eu comecei a sonhar também de um dia estar ali no campo, e hoje quando eu vou lá em Osasco é muita foto. Meus amigos também conversam comigo que às vezes nem acreditam que eu estou jogando e daqui a pouco estou ali com eles – completou.

Neste domingo, às 19h (de Brasília), Antony estará em campo para ajudar o São Paulo na busca pela vitória no clássico diante do Corinthians, em Itaquera, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor jamais venceu na casa do rival – são 11 jogos, três empates e oito derrotas.

E para que esse incômodo tabu para os são-paulinos seja, enfim, quebrado, Antony acredita que a união e a força do grupo serão essenciais nesse momento.

– A gente se junta ali, um por todos, todos por um e ir em busca dessa vitória – disse o atacante.

Na última vez em que esteve na arena corintiana, Antony deixou seu gol, mas o São Paulo foi derrotado por 2 a 1 e viu o Corinthians levantar o troféu de campeão do Paulistão. Aquela foi a primeira decisão do atacante pelos profissionais do clube.

– Fico triste ainda. Dói essa derrota em Itaquera. Marquei um gol ali, mas o mais importante era a vitória. Acho que eu sinto a dor dos meus companheiros. Fico feliz pelo gol, mas triste pela derrota – lamentou o atacante.

Antony fez o gol do São Paulo na final do Paulistão — Foto: Marcos Ribolli

Antony fez o gol do São Paulo na final do Paulistão — Foto: Marcos Ribolli

Com 30 jogos no ano – 21 pelos profissionais e nove na Copinha –, Antony é o jogador com mais partidas no elenco. Ele tem mais atuações que o próprio São Paulo, que fez 28 aparições no ano. O número alto de partidas fez o jogador ser reserva no último confronto, diante do Bahia, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Com um São Paulo pressionado, Antony pode, mais uma vez, ser o escape para que o Tricolor saia de Itaquera mais tranquilo e com seus objetivos conquistados.

Um comentário em “Antony relembra infância como torcedor do São Paulo

  1. É natural que um menino de 19 anos se deslumbre pelo sucesso profissional e financeiro.
    Tem que ser natural, também, algum profissional da equipe do treinador ou da diretoria de futebol, converse com o rapaz e o previna das possibilidades que a fama pode trazer de bom e de muito ruim. De bom, se ele confirmar toda a expectativa que ele criou no seu início de carreira, vai ser muito bom dele curtir; mas, e sempre tem um mas, a parte ruim é que se ele ficar um período desfocado e jogando mal, ele pode nunca vir a saber como seria a parte boa da fama. Imprensa e torcedores não perdoam; e um caso de sucesso que teria tudo para dar certo pode ser perder por deslumbramento por infantil.
    O atleta tem sido procurado e tem falado muito. Também tem jogado pouco nos últimos jogos. Precisam lapidar melhor essa joia: e é para ontem!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.