Aloísio foge de gancho e está à disposição para mata-mata no Paulista

O atacante Aloísio foi absolvido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP) por conta da expulsão diante da União Barbarense, no dia 10 de abril, e está à disposição do técnico Ney Franco para o mata-mata do Campeonato Paulista. O camisa 19 poderia pegar um gancho de até seis jogos, mas foi punido com apenas uma partida, cumprida de forma automática. A informação é do site Justiça Desportiva.

Aloísio foi expulso no início do segundo tempo na partida diante da União Barbarense, após receber o segundo cartão amarelo por conta de reclamação. De acordo com o árbitro Adriano de Assis Miranda, o atacante levou vermelho “por haver, após de advertido com cartão amarelo, gesticulado acintosamente e proferir as seguintes palavras: ‘Dá uma pra nós po…, marca para os dois lados, vai tomar no c…'”

O camisa 19 são-paulino respondeu ao artigo 258, § 2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética. Constituem exemplos de atitudes contrárias à disciplina ou à ética desportiva, para os fins deste artigo, sem prejuízo de outros: desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões”. A pena varia de um a seis jogos de suspensão.

Na ocasião, o São Paulo venceu a equipe de Santa Barbara d’Oeste por 2 a 1, fora de casa. Cesinha marcou para o time mandante, enquanto Aloísio e César (contra) deram a vitória para o clube do Morumbi.

Nesta temporada, Aloísio participou de 23 jogos e foi às redes em seis oportunidades. Na última partida, diante do Atlético-MG, sofreu pênalti de Leonardo Silva, que culminou no gol de Rogério Ceni. O tento abriu o placar para a vitória são-paulina por 2 a 0 diante do Galo e também para a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*