Alguém me disse

Acabo de receber uma ligação de um amigo, muito próximo ao presidente Juvenal Juvêncio, que me garante: Lucas foi vendido ao Manchester United, por 32 milhões de euros, ou 80 milhões de reais. Não tenho ainda os detalhes. Falta apenas um pequeno entrave burocrático para o São Paulo anunciar, mas a pressão de parte dos conselheiros e diretores foi muito grande, o que fez com que o presidente Juvenal Juvêncio cedesse. Eu lamento muito, pois sei que é um dinheiro que irá para o ralo e o time não terá os reforços necessários.

Paulo Pontes

8 comentários em “Alguém me disse

  1. Paulo Pontes,
    Como eu havia falado para você, a decisão de vender ou não Lucas já deixou de ser uma opção há muito tempo. Estamos praticamente no mês de agosto e o clube tem um baita de um buraco no balanço para ser coberto. É vender ou vender.
    Como irão se explicar os atuais conselheiros arrogantes que compõe a diretoria do São Paulo sobre tamanha incompetência?
    Contratações equivocadas e mal feitas? Times medíocres? Ausência de títulos? Falta de patrocinadores? Míngua de shows no Morumbi?
    Não, nada disso. Eles irão mostrar no final do ano o maravilhoso superávit do clube, num ano conturbado.
    Só a título de esclarecimento, também recebi essa informação, mas o valor da transação é um pouco mais alto. Acredito que esse valor citado por você, seja só a parte do São Paulo.
    A negociação gira em torno de 30 milhões de libras, sendo que 25 seriam do São Paulo e o restante rateado entre jogador e empresário.

  2. A janela já fechou. Os bons atletas já estão acumulando participações no brasileirão. Esse dinheiro agora vai servir apenas para cobrir despesas. Se vier reforço para o ataque, que precisa muito, vai ser uma aposta.

  3. Agora sim a coisa vai azedar… o único jogador que faz a diferença nesse time medíocre.

    To vendo a próxima entrevista do Jesus Lopes: Vendemos o Lucas mas o elenco é bom, não precisamos contratar ninguém.

  4. Sem dúvida alguma, irá para o ralo.

    Para tentar cobrir buracos financeiros gerados por falta de patrocínio, planejamento, integridade, etc.

    E, claro, este dinheiro se for utilizado em peças de reposição, será aplicado em devaneios da cabeça do Juvenal Jumento.

    Juvenal Jumento é um cara versátil: atua desastrosamente na parte técnica e tática (quando bebe, fica achando que é bom treinador…e como bebe sem parar, acha isso sempre), e dirige tragicamente o nosso querido SPFC, que tem sua história ferida por um pudim de cachaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*