Alan Kardec reencontra o Palmeiras pela primeira vez após saída conturbada

Além de Rogério Ceni rever o seu “oposto” Valdivia, o Choque-Rei deste domingo, às 16h, no Pacaembu, será marcado por outro reencontro: Alan Kardec jogará pela primeira vez contra o Palmeiras depois de sua saída conturbada do clube em abril.

Há cerca de quatro meses, o São Paulo acertou a contratação do jogador com o Benfica (POR), clube que tinha os direitos do atacante. Ele, que estava com seu contrato de empréstimo ao Palmeiras chegando ao fim, assinou com o clube rival por cinco anos. O Tricolor desembolsou R$ 14 milhões na compra.

Toda a negociação gerou um grande desconforto entre as diretorias do São Paulo e do Palmeiras. Enquanto Paulo Nobre disse que Carlos Miguel Aidar havia sido antiético no acerto, uma vez que o jogador ainda estava com contrato vigente, o mandatário são-paulino chamou Nobre de juvenil e disse que sua declaração foi patética, “parecida com o tamanho do clube, que vinha se apequenando”.

Depois do episódio, os dirigentes se encontraram algumas vezes e o clima não foi dos melhores.
Aidar, que chegou a desistir de uma reaproximação com o rival, voltou atrás nesta semana e disse que não tem nada contra Paulo Nobre e que até votaria no presidente caso fosse do clube. O dirigente são-paulino garantiu a presença hoje, no Pacaembu. Qual será o clima?

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*