Ainda sem saber se fica, Denilson garante empenho no São Paulo

Com pouco mais de dois meses de contrato, Denilson ainda não sabe se continuará no São Paulo depois de 30 de junho ou se terá que voltar ao Arsenal. Mesmo sem uma resposta da diretoria, que publicamente já não manifesta tanto interesse em sua permanência ao fim do empréstimo, o volante garante empenho incondicional dentro de campo.

“Sem novidades ainda, como sempre”, lamentou o jogador, em sua primeira resposta sobre o assunto, nesta quinta-feira. Em outra, disse que a indefinição acerca de seu futuro não o atrapalha, ainda que eventualmente possa perder as finais da Copa Libertadores, em agosto. “Não sei se vou ficar ou se vou embora, mas, em todos os jogos que fizer aqui, darei 100% de mim. Estou focado”.

No ano passado, especialmente ao longo da Copa Sul-americana, mais de um dirigente falou do desejo de comprar em definitivo os direitos econômicos de Denilson, que ficou cinco temporadas no futebol inglês depois de ter sido revelado pelo próprio São Paulo. Com a virada do ano, no entanto, o assunto esfriou, talvez pelo desempenho já não tão satisfatório do atleta.

“Eu sei que, em alguns jogos, as coisas não aconteceram da forma que eu queria. O grupo todo sofreu com derrotas, empates, não foi bem. Mas o São Paulo continua vivo nas duas competições e agora está muito bem. Passamos de fase no Campeonato Paulista e na Libertadores, que era o que todos queriam”, defende-se o prata da casa, reiterando vontade de continuar vestindo a camisa tricolor após junho.

“Quero ficar, sempre falei. Mas vai depender do São Paulo, do Arsenal e também do meu advogando. Não sei se já entraram em contato, talvez queiram me deixar tranquilo para poder ajudar o time. Daqui a algumas semanas ou mais perto de acabar o contrato, deve ter alguma resposta, não sei”, emendou Denilson, aparentemente não muito esperançoso.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*