Aguirre esquece o Brasileiro e quer vaga na Sul-Americana

Diego Aguirre terá de deixar de lado a ótima campanha que sua equipe vem realizando no Campeonato Brasileiro para voltar o foco na Copa Sul-Americana. Depois de perder o jogo de ida da segunda fase do torneio, em pleno Morumbi, por 1 a 0, o Tricolor terá de garantir a vaga em Santa Fé, na Argentina, casa do Colón, que novamente deverá adotar uma postura extremamente defensiva.

Diante da possibilidade de voltar a erguer o título brasileiro após nove anos, o São Paulo não quer saber de priorizar a competição nacional e espera desta vez confirmar o favoritismo contra o Colón, assegurando sua presença nas oitavas de final da Sul-Americana embora muitos acreditem que uma eliminação no torneio continental seria até bom para que a equipe pudesse se dedicar exclusivamente à competição por pontos corridos.

“Temos que tentar ganhar, tentar classificar. Para mim, são duas competições muito importantes e temos que tentar classificar na quinta-feira. Força máxima para mim é quem irá jogar, todos os jogadores são importantes. Isso faz parte do planejamento e vamos para a Argentina com um time muito forte”, disse Diego Aguirre.

Apesar de somar sete vitórias nos últimos oito jogos pelo Brasileiro, o São Paulo ainda mostra certa dificuldade quando enfrenta adversários com propostas mais defensivas. Foi assim contra o Colón, e, posteriormente, contra o Vasco, ambas as partidas disputadas no Morumbi. Agora, o time comandado pelo treinador uruguaio terá o grande desafio de provar que consegue, enfim, vencer as retrancas rivais.

Não bastasse a proposta defensiva do Colón e a vantagem dos adversários, que venceram em plena casa são-paulina, o Tricolor também terá de lidar com a fama do estádio Brigadier General Estanislao López, conhecido como “Cemitério de Elefantes” pelo fato de grandes clubes já terem perdido no local, como o Santos de Pelé e todas as mais tradicionais equipes do futebol argentino entre as décadas de 1960 e 1970.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

9 comentários em “Aguirre esquece o Brasileiro e quer vaga na Sul-Americana

  1. E só o sp fazer o que tem dado certo. Dá a bola pro adversário e joga nos contra-ataques.
    Se não der pra ganhar, paciência…
    O brasileiro é muito mais importante.
    Se tentar ir pra cima, eles vão se fechar e dificultar pro sp. E aí, o time vai se desgastar demais…

  2. O Diego não devia nem viajar. Está marcado, vai apanhar o jogo inteiro e se o sp ganhar vai ser pior ainda, corre o risco de tomar pontapé e se machucar.

    Eu iria com um time físico pois vai ser uma guerra.

    Sidao, Bruno, Arboleda, Bruno Alves, Edmar; Hudson, Jucilei, Liziero e Shaylon, Carneiro e Trellez.

  3. Eu acho que devíamos focar somente no Brasileiro e colocar um time reserva pra jogar na Argentina. Corremos o risco de perdermos jogadores por lesão num título bem inferior ao Brasileirão, e nem sei se a premiação é tão quanto do nacional.
    Mas…. Aguirre acha que vale a pena, então o jeito é tentar ganhar lá de qualquer maneira.

  4. TEM QUE IR PRA CIMA, FINALIZAR DE FORA DA ÁREA PRINCIPALMENTE E TENTAR FAZER UM GOL RÁPIDO, PQ SE FOR PARA PENALTIS JÁ ERA, NÃO TEMOS GOLEIRO !!!

  5. O grande problema disso tudo que se no proprio morumbi o time nao conseguiu nem empatar, e ainda caiu na malandragem argentina, imagina na casa deles podendo empatar que ja passam para as oitavas, acho que o primordial é nao cair na catimba deles, pq eles vao tentar de tudo para deixar nossos jogadores nervos a flor da pele.
    Se conseguirmos controlar isso e fazer um bom futebol, rapido e envolvente e marcarmos logo antes dos 20 minutos do 1o tempo com certeza podemos sair de la com a classificacao garantida.

  6. Não acho que devemos desprezar a sula já que apesar da derrota por 1×0 em casa, o placar é reversível e somos “o” time grande.
    Acho que se a vaca for pro brejo já no primeiro tempo, aí sim tira-se os mais cansados e tbm o pé das divididas.
    Meu palpite é que o SPFC vence o Colón por 3×1.
    Vamos SPFC !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*