Abílio Diniz manda “carta bomba” a Carlos Miguel Aidar

O empresário Abílio Diniz, visivelmente incomodado com a demissão do CEO indicado por ele, encaminhou carta ao presidente Carlos Miguel Aidar, exigindo transparência nos negócios do clube. Ele também colocou o presidente do São Paulo contra a parede, se oferecendo para pagar uma consultoria dentre as quatro sugeridas por Aidar, mas que faça um levantamento minucioso de todos os contratos firmados pelo clube, não só na era Juvenal Juvêncio, mas também no período atual.

A carta foi dirigida ao presidente, com cópia a todos conselheiros e tornada pública em seu blog. Abaixo o conteúdo:

“Carta ao presidente do São Paulo

Bom dia Carlos Miguel,

Agradeço a mensagem que você me enviou tentando explicar os motivos para demitir o CEO do São Paulo. Infelizmente, não acredito no que foi alegado. Como você já anunciou um novo CEO, eu e todos os são-paulinos esperamos que ele tenha a correção, o profissionalismo e a capacidade indispensáveis para mudar a gestão e evitar o colapso financeiro do clube. Todos nós que amamos o São Paulo vamos acompanhar com lupa o seu trabalho.

Da minha parte, quero seguir colaborando para evitar a destruição do clube. Como venho falando já faz algum tempo, minha preocupação mais urgente é com a situação financeira. É preciso antes de tudo ter clareza do que se passa nessa área. Nas últimas semanas, houve muita confusão, com números contraditórios sendo divulgados por você, especialmente em relação às dívidas e ao caixa do São Paulo.

Não podemos viver da antecipação dos recursos previstos para os próximos anos, pois assim estaremos comprometendo também o futuro do São Paulo e perpetuando essa crise.

Gostei muito quando você prometeu contratar uma das quatro grandes firmas de auditoria do mercado para fazer um diagnóstico preciso da situação financeira do clube. Pois bem, diante da gravidade e da urgência da situação, e atendendo a seus pedidos recorrentes para que eu aporte recursos, ofereço financiar a contratação imediata da PriceWaterhouseCoopers, uma das quatro grandes auditorias defendidas por você.

A PWC pode fazer de maneira imediata e isenta um levantamento completo e indispensável da situação financeira, com acompanhamento e previsão do fluxo de caixa para os próximos meses e análise de todos os contratos do clube. Essa auditoria deve se reportar diretamente à Diretoria e ao Conselho Deliberativo, na pessoa de seu presidente, uma vez que o Conselho é o órgão máximo do SPFC, segundo o próprio organograma que você apresentou em seu plano de profissionalização.

Como venho dizendo sempre, este é o momento de união no São Paulo para que nosso clube possa sair da maior crise de sua história recente e recuperar suas glórias de time pioneiro e inovador.

O primeiro passo nessa caminhada é a transparência sobre a real situação, com um diagnóstico claro para o Conselho Deliberativo e a Diretoria.

Peço a você, portanto, que marque uma reunião entre o novo CEO, a PWC e o presidente do Conselho Deliberativo o mais rapidamente possível para que seja definido o escopo do trabalho.

Encaminharei contato na PWC que poderá lhe ajudar.

Carlos Miguel, é fundamental que você torne transparente a gestão do São Paulo e divida com o Conselho Deliberativo suas decisões neste momento difícil. Em nome dessa transparência, estou encaminhando cópia desta carta aos membros do Conselho Deliberativo e do Conselho Consultivo, bem como dando divulgação para o conhecimento dos sócios e torcedores do São Paulo.

Um abraço,

Abilio Diniz”

 

Agora vou esperar ansiosamente a resposta de Carlos Miguel Aidar. Apesar de ser um tanto cético sobre os interesses de Abílio Diniz no São Paulo, tenho que convir que ele foi bem com esta carta.

 

Paulo Pontes

20 comentários em “Abílio Diniz manda “carta bomba” a Carlos Miguel Aidar

  1. Aidar,
    Esta na hora de aproveitar esta ajuda, ao invés de ficar dando valor a estes vices que estão ai somente tentando se ajeitarem na vida ganhando comissões em contratos fantasmas, reconheça alguns erros e em nome do SPFC, busque ajuda como esta do Abílio e de outros tricolores que tenham condições financeiras de dar ao São Paulo , não de tirar como fazem hoje.

  2. esse aidar é o ladrão igual ao jj dois safados que tem rabo preso quero ver qual vai ser a desculpa que vai dar pilantra,mau caráter,arrogante,aparecido não tem nada ver com a cara do são paulo quem gosta dessa putaria e roubalheira é os porcos e gambas DIRETORIA MEDÍOCRE ,sou São Paulino e sócio manda cancela o meu sócio torcedor

  3. Olá Aline,
    Em partes concordo com você quanto a falta de transparência de Aidar e seus pares, mas Diniz não ficou torcedor do São Paulo nesta gestão, sempre foi omisso, tratou a pão-de-ló outras modalidades, e agora vem pregando esse “amor eterno” pelo clube.
    Quanto ao conhecimento ele realmente tem uma vasta experiência, mas nada que não esteja a venda no mercado de consultoria, que por sinal vem sem o ônus da contratante ser tratada como contratada.
    Esse negócio de “eu sei como fazer, eu tenho a solução, mas deixa eu avisar a mídia” não faz parte do “modus operandi” do histórico dos homens que comandaram o SPFC.
    Como já disse, se quer de fato dar as diretrizes no clube, candidate-se como todos os sócios o fazem, e trabalhe para conseguir seu objetivo, que não deve ser difícil para alguém persistente como ele.
    Afinal o SPFC é muito maior que essa crise e com certeza outras poderão vir, mas o SPFC, este sim, é único.

    • Me desculpe,
      Mas o conhecimento que ele tem não está a venda no mercado não. Fosse assim existiriam mais bilionários como ele. Ele não é consultor amigo. Ele é o próprio empresário que deu certo. Se o Abilio está divulgando suas intenções é porque no mínimo esta diretoria é um poço de obscuridade. Não fosse as denúncias hoje estariamos pagando comissões milionárias. Empresário inteligente que é o Abílio notou que só a exposição ao público pode pressionar estes caras.

  4. Bem, com a palavra o presidente Aidar – foi colocado na parede e todos cobrarão.
    Isto é um divisor de águas na administração Aidar. Se recusar será pressionado todos os dias por todos. Se aceitar, saberemos o que rola por lá.

    A denúncia do ex-ceo sobre a saída do Boschilla é um escândalo. Clube precisa dizer o destino deste dinheiro.

    Se fosse para apostar, apostaria que o Aidar irá recusar a ajuda.

  5. 1. Seria lindo o Abilio comprar o São Paulo. Garanto que a coisa ficaria muuuiiiito mais profissional. Prefiro um empresário sério que ver o clube virar o Palmeiras nas mãos de corneteiros, amadores e boçais, quando não safados.
    2. Que jogada de mestre essa oferta da Price. O Aidar vai recusar, obviamente.
    3. Semana passada escrevi que o SPFC precisava de uma agência de comunicação boa para limpar sua imagem institucional. Com a lavação de roupa suja desta terça, com Abilio, Bourgeouis e Gustavo cascando lenha na atual gestão, não resta a menor dúvida: o clube virou um esgoto a céu aberto. Custará milhões reverter a imagem de timeco diante de patrocinadores, credores e potenciais investidores.
    Situação deprimente.

  6. O dinheiro do Boschilla entrou e foi gasto em 2 horas, pagando 11 empresários. Isso está correto? Ninguém negociou nada com ninguém. Simplesmente pagou, aleatoriamente R$ 25 milhões da venda dele. Não havia vontade política para ter de fato profissionalização. O que acontece nos clubes hoje é um presidencialismo quase ditatorial. Isso é nefasto. Viu por onde anda o dinheiro do tricolor.Por isso é que estamos nessa dureza.

  7. Uma auditoria nessa hora é fundamental, inclusive para o Aidar parar de falar besteiras sobre o total da divida. Esta parecendo nosso ex é cortina de fumaça a todo momento.

  8. Concordo plenamente com você Aline. Tenho o mesmo pensamento. E só para reforçar o pensamento, temos um exemplo bem ao lado, q é o caso do Paulo Nobre, familia tem furtuna estimada nos bilhões, mas nunca tinha ouvido falar, q ele tinha colocado dinheiro no bolso, qndo não era presidido por ele. Ele era bilhonário, e não BURRO, não ia colocar dinheiro na mão de presidentes incompetêntes, e administrações duvidosas.

  9. Pra mim ele.esta fazendo propaganda dessa empresa de consultoria. Ele paga mas deve receber de volta e ao mesmo tempo traz a atenção toda pra ele. Como benemérito tricolor.
    Ele deveria se dispor a pagar qq uma das 4 que o são Paulo escolher.
    Vai se saber qual a ligação do homi com essa empresa….

  10. Me desculpem, sem entrar no mérito, mas este senhor se quiser ser presidente e “mandar” no clube que o faça pelos trâmites legais.
    Nunca ofereceu ao clube que diz que “tanto ama” um mínimo de espaço no marketing de suas empresas .
    Empresários com menos proventos que o grande “Diniz” já enfiaram a mão no bolso e ajudaram o clube a viabilizar contratações.
    De conselhos e palpites o inferno está cheio, por mais que seja confusa a administração de Aidar, em vez de de tentar ajudar este senhor já se coloca como a solução, e com preço.
    Essa é a minha opinião.

    • Thal, eu também não investiria 1 centavo meu pra ajudar o clube. Pra quê? Pro dinheiro ir parar no bolso de uma Cinira ou de algum empresário desconhecido e de honestidade duvidosa? E isso não me tornaria menos torcedora.

      O fato de ser bilionário não obriga o abilio a dar dinheiro pro clube. Até porque depois ele morre e aí? O nosso mecenas foi embora e a dificuldade financeira toda volta.

      Ele está oferecendo algo mto mais importante: ajudar com seu conhecimento de gde empresário que é o tricolor sair dessa situação de forma permanente, não compromentendo seu futuro e evitando que vá pra mais uma falência.

      E agora eu quero ver a resposta do Aidar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*