15 anos após saída, Cuca chega ao momento da reestreia no São Paulo

Chegou o momento. Neste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Palmeiras, no estádio do rival, Cuca comandará o São Paulo na busca de uma vaga para a final do Paulistão. O treinador foi anunciado em fevereiro, mas ainda se recuperava de uma cirurgia feita no coração em dezembro. Durante esse tempo, Vagner Mancini comandou o time interinamente.

– Eu estou totalmente restabelecido, liberado, dentro do tratamento que eu fiz. Eu estou 100%. Graças a Deus eu pude corrigir um erro que tinha e sem ficar doente. A gente vê o nosso meio aí, o estresse que é oriundo da nossa profissão. Quantos profissionais que sofrem também, né? Não é só o Cuca – analisa o treinador, hoje mais experiente, aos 55 anos.

Esporte Espetacular acompanhou a primeira semana de trabalho de Cuca. Durante as atividades, era possível ver um técnico sempre feliz e sorridente, orientando muito os jogadores.

– É um treinador ganhador. Provou isso no Atlético, provou isso no Palmeiras. Eu me lembro muito bem aquela arrancada dele no Fluminense, porque fazia parte dos juniores da época – recorda o goleiro Tiago Volpi.

A missão de Cuca é atingir as expectativas criadas no início da temporada. Com o alto investimento tricolor – R$ 26 milhões para trazer Pablo e R$ 13 milhões para repatriar Hernanes, a torcida espera por títulos.

Três reforços já chegaram com o aval de Cuca: o meia Vitor Bueno, o atacante Alexandre Pato e o volante Tchê Tchê.

– Ele confiou em mim, me colocou pra jogar no momento que eu chego no Palmeiras. Então óbvio, como eu já disse antes, eu fiz o meu melhor. Tentei ajudar em várias posições e estou aqui no São Paulo agora para isso – disse Tchê Tchê.

– O professor me ligou. Começamos a conversar sobre tudo, sobre a escolha dele, como ele estava de saúde. A minha escolha. E a ligação dele pesou muito na minha escolha. Nós fomos sinceros um com o outro, ele pode contar comigo – relatou Alexandre Pato.

Uma das cenas mais marcantes da primeira passagem de Cuca, em 2004, foi nas oitavas de final da Libertadores daquele ano, contra o Rosário Central, no Morumbi. O São Paulo havia perdido por 1 a 0 na Argentina, e tomou um gol logo no começo do jogo de volta. O empate veio no último lance do primeiro tempo com Grafite. O hoje comentarista do SporTV destaca a importância de um ato de Cuca naquele dia.

– O Cuca teve uma atitude muito inteligente naquele jogo. Aquela permanência no gramado nos fez sentir o clima da torcida realmente. Porque durante o jogo a gente está ali dentro do campo, a gente presta atenção na torcida, mas não como foi naqueles 15 minutos de intervalo – recordou Grafite.

– Nós voltamos pro segundo pro tudo ou nada. Conseguimos o segundo gol. Um jogo marcante por tudo que aconteceu. A decisão por pênaltis, a virada do placar durante o jogo. E a atitude dele durante o intervalo de ter segurado no gramado. Foi fundamental pro nosso retorno e pra nossa vitória – completou.

O São Paulo acabou eliminado na semifinal para o Once Caldas. E com uma campanha irregular no Brasileiro, Cuca foi demitido três meses depois. Foram nove meses de São Paulo, mas o suficiente para deixar um legado.

– Com certeza naquele 2004 ele teve uma importância grande na montagem do time, do elenco, da estrutura que nos anos seguintes ganharam tudo e foram referência no Brasil e na América por vários anos – diz Lugano, hoje superintendente de relações internacionais do clube, que trabalhou com Cuca em 2004 como zagueiro.

Do elenco que venceu a Libertadores e o Mundial no ano seguinte, Cuca trouxe Fabão, Josué, Danilo e Grafite do Goiás. Naquele momento, não conseguiu colher os frutos do time que montou. Agora, Cuca espera que a história seja outra. E ela começa contra o Palmeiras:

– É o destino, né? Logo na minha volta, um jogo decisivo na casa do Palmeiras, onde fui muito feliz em 2016 e 2017. São coisas que acontecem na nossa carreira, um grande desafio, tomara que a gente possa sair de lá com a vitória.

Fonte; Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.