Na volta de Falcão, Orlândia vence e elimina o São Paulo Londrinense

Campeão paulista e da Libertadores pelo São Paulo, na rápida passagem que teve pelo futebol de campo em 2005, o craqueFalcão viu sua ex-equipe ser eliminada da Liga Futsal de forma dramática, nesta quinta-feira. Vice-líder da chave até o início da rodada, o São Paulo Londrinense acabou ultrapassado pelo São José, que abocanhou a classificação às quartas de final, ao chegar aos oito pontos. Jogando no ginásio Maurício Leite Morais em Orlândia (SP), o Tricolor foi superado pelo Orlândia por 3 a 0 (assista aos gols no vídeo ao lado), enquanto que, no mesmo horário, o São José despachava o Minas pelo placar de 6 a 3.

Mais líder do que nunca, o Orlândia chega às quartas de final com o melhor índice técnico da competição. Tal feito dá à equipe de Falcão a vantagem de sempre decidir em casa em todas as fases de mata-mata. O camisa 12, por sinal, fez sua reestreia nesta noite, após 10 semanas afastado das quadras por conta de uma lesão muscular na coxa.

O jogo

O duelo começou movimentado, com os dois times partindo para cima. Aos quatro minutos, Diego teve a primeira grande chance, em contra-ataque rápido do São Paulo. A finalização, contudo, foi para fora. A resposta do Orlândia veio um minuto depois, quando Caio soltou uma bomba da intermediária, Cris Zaparoli defendeu e, Deives, por muito pouco, não aproveitou o rebote.

Aos nove, os donos da casa voltaram a assustar, desta vez em cobrança de falta ensaiada, onde Augusto bateu forte e a bola triscou o poste esquerdo de Zaparoli. Dois minutos depois, foi o São Paulo que esteve perto de marcar. Após tabelar com Alemão, Kumano ficou cara a cara com Guitta e acertou a trave.

Segundos depois, os donos da casa tirariam o primeiro zero do placar, quando Marinho deu lindo passe para Jé finalizar com categoria. Após o gol, o São Paulo passou a sair ainda mais para o jogo. Já com Falcão em quadra, o Orlândia escapou de levar o empate aos 14, em jogada individual do irreverente ala são-paulino Oitomeia.

A três minutos do fim da primeira etapa, o mesmo Oitomeia cometeu a sexta falta do São Paulo Londrinense. Na cobrança, Augusto acertou mais uma na trave, cena que se repetiu aos 18, em finalização de Diego.

– Nos primeiros minutos em quadra, a falta de ritmo pesou. Só depois que eu fui me reacostumando ao andamento da partida. Fizemos um bom primeiro tempo. O São Paulo está jogando a sua vida nessa partida, então acho que o resultado, por enquanto, está bom – comentou Falcão, em entrevista ao SporTV, no intervalo.

O jogo continuou movimentado no segundo tempo. Com três minutos, Ciço já tinha criado duas grandes chances. Aos cinco, Oitomeia driblou dois marcadores e serviu Renatinho na área orlandiana. Desatento, o ala tentou um passe e acabou despediçando a oportunidade.

Dois minutos depois, foi a vez de Edu colocar Guitta para trabalhar, após chute frontal da intermediária. O Orlândia só voltou a atacar aos 10, quando Deives e Marinho finalizaram em sequência, para duas importantes defesas de Zaparoli. Cena que se repetiu aos 12 com o ala Caio, que também parou no goleiro são-paulino, após receber lançamento na frente.

Nos cinco minutos finais, o São Paulo foi para o tudo ou nada e, aos 16 Dario chutou no ângulo e Guitta foi buscar, para delírio da torcida orlandiana. Um minuto depois, porém, o Tricolor acabou sofrendo o segundo gol em contra-ataque. Depois de roubada de bola na defesa, Falcão entrou em velocidade e tocou para Deives, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

O golpe desarticulou ainda mais o São Paulo e, aos 19, Oitomeia foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo. Pouco depois, Marinho fez jogada pela esquerda e passou para Augusto, que marcou 3 a 0, liquidando a fatura de vez.

Orlândia: Guitta, Ciço, Vinicius, Rubinho e Jé. Entraram: Caio, Deives, Junai, Augusto e Falcão. Técnico: Cidão

São Paulo Londrinense: Cris Zaparoli, Gerson, Diego, Renatinho e Oitomeia. Entraram: Edu, Vitinho, Kumano, Alemão, Bebeto e Dario. Técnico: Roberto Zacouteguy

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*