Estilo de Diniz já mudou o jeito do São Paulo jogar. Para melhor.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo não fez mais do que sua obrigação ao vencer o Fortaleza por 2 a 1, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Mas o principal do jogo – deixando de lado o reencontro com Rogério Ceni – foi a forma que o time atuou.

No primeiro tempo, até sofrer o gol de empate (39 minutos), o São Paulo apresentou um futebol dos sonhos. Tabelas na base do 1 + 1 pelos lados direito (Juanfran e Antony) e esquerdo (Reinaldo e Tchê Tchê). Muitas vezes saiam as triangulações, com Daniel Alves pela direita e Hernanes pela esquerda.

Os toques eram rápidos, envolventes. Faziam com que o Fortaleza ficasse esmagado em seu campo. O primeiro gol saiu aos 14 minutos , outros poderiam ter saído, não fosse a inércia de Antony, que teve duas chances claras e chutou como menininha. Aliás, seria importante esse garoto fazer um reforço para chutes.

O São Paulo teve domínio completo das ações. Quando o Fortaleza tinha a bola, a marcação era muito forte, na frente, dentro da área do time cearense, impedindo qualquer jogada trabalhada.

O empate foi muito por acaso. Reinaldo chegou atrasado numa bola, na entrada da área, e fez pênalti. Duvidoso, é verdade. Aliás, interpretativo. Muitos entenderam que não foi. Eu, particularmente, acho que foi.

O ímpeto do São Paulo diminuiu depois do gol de empate. O time sentiu o impacto.

No segundo tempo Diniz tirou Hernanes, cansado, e colocou Vitor Bueno. O São Paulo voltou e melhorar. Luan jogava como líbero, mas atrás dos zagueiros. Coube a ele a saída com a bola. Arboleda bem aberto na esquerda, Bruno Alves bem aberto na direita, Juanfran e Reinaldo mais adiantados, já com Vitor Bueno fazendo o setor da esquerda e Tchê Tchê o meio de campo.

Mas o time ganhou mais força quando Fernando Diniz colocou Igor Gomes no lugar de Juanfran. Daniel Alves foi para a lateral e cresceu muito no jogo.

Chegamos ao gol da vitória numa boa jogada de Tchê Tchê que deu belíssimo lançamento para Antony, que escorregou, mas conseguiu servir Igor Gomes marcar o gol.

É fato que o time não jogou aquele futebol vistoso dos primeiros 35 minutos da partida. Mas também não é possível, em uma semana de treinamento, fazer tantas mudanças assim. Mas renasceu meu otimismo. Não para brigarmos pelo título. Isso já esqueci. Mas de brigarmos pelo G-4. Aliás, terminaremos a rodada noG-6. Que bom!

11 comentários em “Estilo de Diniz já mudou o jeito do São Paulo jogar. Para melhor.

  1. De todo o jogo nao foi ruim ate em funcao de jogarmos no Pacaembu, campo pequeno propicio para times pequenos, mas apesar de 1 semana somente de treinamento pelo menos tivemos um time envolvente, sufocou o fortaleza e sufocaria qualquer time dessa maneira o problema que nao dá para fazer isso o tempo todo ja que o time do sao paulo tem preparo fisico pifio, mas vamos torcer para melhorar essa condição e ja teremos uma boa prova, contra o Bahia que briga direto por uma vaga no G6 para cima, e fora de casa.

  2. Melhorou, muito melhor que o que apresentava a anta.
    Mas, para aspirarmos alguma coisa, condizente com nossas tradicoes,
    temos que trocar tudo. Tudo, comecando pela meleka dessa merda
    comandada por le KU $ diretoria, enquanto isso nao for feito,
    continuaremos sendo o que somos, atualmente, nada.
    Nao me enganam mais, a partir de jj estamos no inferno.

  3. Que pena, nosso objetivo agora é o G4. Coisa de time mediano, médio, coisa que o tricolor se transformou nos últimos anos.
    Eu quero que tudo se exploda.
    Time ridículo, mal administrado, mal planejado.
    Faz me rir.
    Sempre que chega um treinador novo o time melhora pois os jogadores tentam mostrar serviço. Mas isso dura 3 jogos, depois já caem na zona de conforto, afinal os atletas não devem satisfação pra ninguém, eles que escolhem o técnico, escolhem quando chove e quando faz sol. E time assim nunca será um time aguerrido, forte e que luta pelo título.
    Lutamos agora pelo G4.
    Daqui 3 semanas lutaremos pelo G6. E daqui um mês, sul americana está bom.
    Time pequeno, medíocre.
    Não assisti o jogo, não vou assistir, não gasto um tostão a mais com essa bosta de time.
    O merda do Raí e do Leco podem ficar com esse time pra eles.
    Que pena. Vivemos do passado. Que logo logo será esquecido.
    E o Diniz (pequeno, minúsculo demais para o tricolor) que bote a barba de molho. Se fizer algo que desagrade os mimados atletas perderá o emprego, vide o corajoso Aguirre.
    O Raí e o Leco de tão ruim que são, comem na mão dos jogadores.
    Tudo chinelinho.
    Uma pena

  4. EDITORIAL DO BETO

    Se o são Paulo jogou tudo isso que estar no editorial ,nos vamos se campeões brasileiros . Como infelizmente o são Paulo não jogou nem 5% do que estar no editorial estar difícil ate o G6 .OBS : culpa pelo desempenho do time é do RAÍ E DOS JOGADORES .treinador tem culpa zero .

    Enquanto as pessoas que podem fazer alguma coisa pelo são Paulo analise o time por resultado (time ganha e o melhor time perde é o pior do mundo)SPFC não chegara a lugar ALGUM e 2020 já estar perdido .OBS: é preciso analise o time por evolução de um jogo para outro ou seja o que melhorou e o SPFC não melhorou nada ate agora ou seja uma semana de treino jogada fora .

    95% dos Jogadores do SPFC erram 95% dos cruzamentos ,chutes a gol , passe e posicionamento ,Agora eu pergunto quantos ficam depois do treino aprimorando isso ? quem cobra os jogadores para melhorarem seus fundamentos ? Todo empresa do mundo quando um trabalhado não estar rendendo o que a empresa que ele é cobrado a melhora e quando ele não procura melhora ele é demitido ,já no SPFC ele ganha um contrato novo como foi o caso do antony .

    OU O SPFC MUDA SEU JEITO DE COBRAR OS DIRETORES E OS JOGADORES COM META E OBJETIVOS A SEREM ATIGINDOS OU NOS SEREMOS ISSO AI POR MUITO TEMPO .

    • Concordo, o time nem chutar ao gol chuta. E o unico culpado é sempre o tecnico.
      Quem contratou os jogadores? Quem deixa os jogadores livres e nao os cobra?
      Jogadores precisam de feedback, precisam ser cobrados para poderem cobrar.
      O culpado é o Rai e o Leco!
      #ForaRai
      #ForaLeco

  5. Todo esporte exige muito treinamento e o praticante tem que ter vontade e muita dedicacao. Rogerio Ceni ficava horas treinando faltas, se tornou um excelente cobrador, Antony deveria fazer o mesmo para mudar o chute de galinha

  6. Esse time ainda vai mudar muito!!!

    Não acho que o Tchê Tchê vai ser titular nessa posição atual em que ele está jogando, Antony é outro que não sei se terá a titularidade assegurada…

    Nesse jogo o Arboleda apareceu algumas vezes quase como um ponta pela esquerda, contra um time melhor qualificado como o Bahia ou AT. Paranaense pode ser fatal para nós!!!!

    Essa “Melhora” me preocupa um pouco, em alguns momentos me lembrou o time do Osório que todos atacavam com um bando de índios enfurecidos e não se preocupavam com a defesa!!!!

    Espero que o time melhore e traga um bom resultado da Bahia que será um jogo difícil e de suma importância para nossas pretensões!!!!

  7. Olá Paulo Pontes, leitores do Tricolornaweb,

    Não achei uma exibição tão perfeita assim, mas que o time mostrou uma organização que não tinha antes isso não há dúvidas.

    Em seis meses de Cuca não consegui entender o esquema. Com vinte minutos de Fernando Diniz o padrão tático ficou muito claro:
    – Quando o Fortaleza tinha a bola Pablo e Daniel Alves ficavam à frente, Antony recuava para a primeira linha de marcação, e o time fechava num 4-4-2 bem compacto. Quando retomávamos a bola Luan recuava para a linha de zagueiros, os laterais avançavam, Antony ultrapassava Daniel Alves que ficava no meio e Tche Tchê abria pela ponta esquerda em um 3-4-3.

    Daniel Alves, até ser deslocado para a lateral, fez ontem a função que Nenê desempenhava no time de Aguirre e Antony repetia a movimentação de Rojas. A diferença do esquema de ontem para o de Aguirre é que Diniz é mais ousado quando temos a bola, enquanto Aguirre era mais conservador armando um 4-3-3

    Vamos dar um voto de confiança ao Diniz e ao Antony. A meta é o G4.

  8. Tive as mesmas impressões. E ainda fiquei satisfeito em ver o time sair de traz trocando passes, mesmo quando a marcação subiu. Outro ponto importante foi ver que, exceto pelos minutos finais, o time não recuou para segurar o placar.
    É só o começo e foi contra o Fortaleza, mas pareceu ter melhorado.

  9. Puxa! Até que enfim venceu! Espero agora que este time jogue bola e consiga envolver os adversários marcar os gols para nos levar às vitórias e para o topo da tabela

  10. Lamentável o seu comentario carregado de preconceito quando fala que o Anthony chutou como uma menininha, acho vc uma pessoa muito importante na comunicação que traz aos torcedores, mas precisa tomar cuidado com esses preconceitos fora de época, sei que escreveu no calor da emoção mas esses comentários preconceituosos não cabem mais, um grande abraço

Deixe uma resposta para alex Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.