81 anos de glórias. Ainda que sumidas, elas voltarão!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, 16 de dezembro marca a data efetiva da fundação do São Paulo. Muitos comemoram 25 de janeiro, pois foi, realmente, nesta data, em 1930, que o São Paulo passou a existir. Mas ainda eram tempos amadores. O clube profissional foi fundado, de acordo com a ata, em 16 de dezembro de 1935.

Quantas glórias tivemos ao longo deste tempo. Não à tôa, nosso Hino, brilhantemente composto por Porphirio da Paz, diz em seu refrão “as tuas glórias vem do passado”.

Claro que esse parte da letra não quer dizer que elas deveriam ficar restritas ao passado, mas se tomar por base que elas vem desde lá. E estamos em busca desta retomada, já que o clube foi manchado, jogado à lama nestes últimos anos.

Não é difícil lembrar nomes que foram sustentáculos do nosso clube ao longo destes anos. Laudo Natel, o maior de todos; Paulo Machado de Carvalho, Roberto Gomes Pedroza, Cícero Pompeo de Toledo, Henri Aidar, Antonio Nunes Leme Galvão, Eduardo Mesquita Pimenta, Fernando Casal de Rey, Marcelo Portugal Gouvea. São-paulinos que nos encheram de orgulho e glórias, que não mediram esforços para fazer do Tricolor o gigante que é hoje.

Foram dirigentes que colocaram dinheiro DO bolso, não NO bolso. Que doaram horas e mais horas de suas vidas para construir esse império e fazer do São Paulo o clube modelo que foi.

Triste que nos últimos anos alguns cidadãos tenham tentado destruir o que se construiu. Juvenal Juvêncio deu início a esta degringolada. Curioso que poderia ter saído como um dos maiores presidentes de nossa história, afinal, não houvesse rasgado o estatuto do clube, teria sido campeão paulista, da Libertadores e mundial como diretor de futebol, em 2005, tricampeão brasileiro e vice campeão da Libertadores e brasileiro, como presidente. Teve um grande mérito: colocar Julio Casares como diretor de Marketing. Julio foi revolucionário e criou as melhores campanhas que tivemos até hoje. Mas a mudança do estatuto, que se constituiu em golpe, o colocou entre os piores que já tivemos, pois passamos a conviver com a corrupção e o desmantelamento de nossas glórias.

Juvenal faria algo ainda pior para o clube: indicar e eleger o nefasto Carlos Miguel Aidar para sucedê-lo. Aí a coisa descambou de vez. Foram tantos os desmandos, tantos os pedidos de comissão, tantas as tentativas de golpe ao clube que o nefasto presidente acabou renunciando. E o Tricolornaweb se enche de orgulho de ter sido parte importante nesse processo que culminou com sua renúncia. Em seu “reinado” pairou sobre o Marketing Douglas Schwarztman. Bem, acho que não preciso escrever mais nada.

Hoje temos Leco. Não sabemos o que teremos em abril. Mas se há um departamento que voltou a funcionar muito bem foi o de Marketing. Vinicius Pinotti vem fazendo um trabalho brilhante. Esta semana, na reunião do Conselho, foi mostrada uma dívida que o clube tem com ele: R$ 21 milhões. Não acho que dirigente tenha que colocar dinheiro no clube. Tanto que defendi a profissionalização na reforma do estatuto. Mas Pinotti o fez porque podia, porque ama o São Paulo. E, com sua competência, reergueu nosso Marketing, obteve patrocínios importantes que vem dando respaldo financeiro ao clube.

A ação de Pinotti é bem diferente de certos empresários aí, tipo Abilio Diniz, que teve influência decisiva na elaboração do novo estatuto, esbraveja em seu blog, mas nunca colocou um único centavo no clube. Ele é são-paulino de coração ou de “aparição”?

A entrada em vigor do novo estatuto nos dará a chance de retornarmos ao estágio em que um dia estivemos, e fomos retirados por esses malfeitores que se apoderaram do clube. Tenho certeza que a transparência voltará, as vitórias retornarão e, logo logo, poderemos gritar novamente: É Campeão!!!

Salve o Tricolor Paulista, amado clube brasileiro. Tu és forte, tu és grande, entre os grandes és o primeiro.

Um comentário em “81 anos de glórias. Ainda que sumidas, elas voltarão!

  1. parabéns soberano !

    para mim sera sempre o maior de todos ,por isso só te chamo de soberano

    quantos clubes no mundo são bi-campeão mundial consecutivo ?

    pra sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.