Bauza se foi. E quem virá?

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo está sem técnico. Na noite desta segunda-feira Edgardo Bauza foi confirmado à frente da Seleção da Argentina e desligou-se do Tricolor. O Tricolornaweb foi o primeiro veículo de imprensa a dar essa informação, já às 14h39 de ontem, apesar da oficialização ter ocorrida somente às 19h30.

Bauza vai se apresentar na sexta-feira à AFA, o que significa dizer que ele ainda poderá dirigir o time quinta-feira, contra o Atlético-MG, numa espécie de jogo de despedida.

Não vou chorar a saída de Bauza, até porque seu cartel de resultados não foi dos melhores, mas é fato que ele poderia ser muito importante para nós na Copa do Brasil, pois é reconhecidamente um bom treinador para torneios no estilo mata-mata.

O que sei é que não virá um técnico do Exterior para dirigir o time no restante da temporada. A diretoria entende que seria perigoso trazer alguém que não conheça o elenco, a forma de disputa do Campeonato Brasileiro, o que poderia colocar em risco nossa trajetória até o fim do ano. Portanto a solução será um técnico brasileiro.

Também sei que o clube não dispõe de recursos para investir pesado e pagar multa contratual para tirar algum treinador de qualquer clube. Portanto, até onde apurei, será alguém que está desempregado e que conheça o elenco minimamente.

Dos nomes que estão por aí temos Abel Braga, Diego Aguirre e Wanderley Luxemburgo. Empregado, mas cuja multa não deve ser tão grande, tem Fernando Diniz. Há soluções caseiras como André Jardine ou mesmo Pintado. Mas essas opções caseiras me parecem descartadas pela diretoria. Alguns nomes como Muricy Ramalho e Milton Cruz tem sido citados por alguns sites, mas, pelo que apurei, estão completamente fora de cogitação por motivos óbvios: Milton acabou de deixar o São Paulo e Muricy não tem saúde para assumir o clube.

Conversei com o vice-presidente de Futebol do São Paulo, José Alexandre Médicis, e ele me disse que o nome está praticamente decidido, só restando alguns detalhes. A ideia é que ele seja anunciado entre hoje e amanhã e esteja no Morumbi, quinta-feira, para acompanhar a partida do time. Mas não me deu qualquer dica de quem é o escolhido.

Sugeri a diversos diretores o nome de Reinaldo Rueda. Mas negativa veio com explicação lógica: ele está numa final de Mundial Interclubes, com chance de aparecer na janela para o mundo. Não trocaria nada nesse momento para assumir qualquer outro clube.

Vamos aguardar, mas confesso que dos nomes que citei aí em cima, não tenho admiração por nenhum. Por isso tenho muito receio do que virá pela frente. Mas o Tricolornaweb está atento e será o primeiro a informar o nome do novo técnico.

19 comentários em “Bauza se foi. E quem virá?

  1. A solução para esses casos é preparar treinadores na base para assumir o time principal. Contratar treinadores jovens mas já com algum experiencia, bancar estágios em várias escolas com diferentes maneiras de encarar o futebol. Ter no mínimo trêis prontos para assumir, com isso teriamos continuidade nos trabalhos e não ficar trocando equipe e forma de jogar a cada seis meses. Equipes que necessitam de grandes treinadores são aquelas em que as diretorias são uma porcaria. O Murici dizia que treinador corresponde a 30% das necessidades e querem que o treinador supra os 100%.

  2. Tudo, menos Luxa!

    Coloca a Hortência, mas o Luxa não! Pelo amor de Deus! Juro que vou torcer pro XV de Piracicaba se Vanderlei Luxemburgo assumir o time

  3. Blog do Birner acaba de publicar que a diretoria convidou, pasmem, Autuori. Graças a deus, o cara não quis conversa.
    Olha só a que ponto chegamos. Leco cagando grande na cabeça.
    Minha avaliação é que qualquer um desses velhos nomes de sempre tem índice de rejeição grande entre a torcida. Uns gostam de Abel, outros de Luxa, mas são grupos pequenos.
    Para ter chances mínimas de agradar o torcedor, algo fundamental para manter a paz no clube, a besta do Leco precisará apostar. Ou um estrangeiro, e aí há mesmo o risco de errar feio com a temporada em andamento. Ou um cara da nova safra, e aí a experiência desastrosa do Doriva desaconselha.
    Temos, então, dirigentes amadores em maus lençois.

  4. Paulo autuori é a terceira opçao da diretoria, pode vim caso o acerto com o Abel ou Vilas Boas nao aconteça. O bom trabalho do mesmo no atletico agrada a diretoria

  5. Se não vier o Rueda, aposto 10 reais que vai vir o Fernando Diniz.

    E se vier algum dos dois, será uma escolha muito inteligente por um estilo de jogo que se impõe diante do adversário e com bom toque de bola, triangulações, muita posse de bola com toques rápidos para aí sim, finalizar com boas chances de levar perigo. Um futebol que funciona muito mais que ficar tentando jogar só no erro do adversário e lançando bola na área de qualquer jeito, o que já armou muitos contra-ataques contra nós.

    Acho difícil vir o Rueda por estar valorizado pela conquista da Libertadores, mas é possível se abrirmos mais os cofres.

    Sendo assim, aposto que será o Fernando Diniz e acredito que será uma belíssima escolha.

  6. O São Paulo é um clube de futebol, não uma Ong de ajuda a idosos.
    Cada justificativa pra trazer Luxemburgo tbm ein? Pqp, ceis parecem até parente do cara. Esqueçam desse cara de uma vez.

  7. Eu não queria estar na pele dos diretores agora, qualquer desses aí que vier vai ser um tiro no escuro com revolver de cano torto…
    Eu desisti de 2016 e não creio que o técnico que assumir chegue em 2017.
    Elenco além de pequeno (para um clube do nosso porte), de qualidade ruim para péssimo, sem dinheiro…
    É como viver o tempo da construção do Morumbi, só que sem um Roberto Dias e sem estádio para justificar…
    Tem que ter muito amor pelo clube mesmo para continuar…
    Queria que esses “diretores” tivessem pelo menos vergonha na cara, entregassem os cargos por total incapacidade profissional…
    Pelo amor de Deus, Gustavão, com salário de 120 pilas e resultados pífios desses, pede prá sair…
    ANTAíde, meu senhor, entregue seu título de sócio, por favor…
    LECO, faça pelo menos leite (desculpe o trocadilho infame…)
    Demais diretores, medíocres e covardes…

  8. Abel Braga, Roth e Felipão seria um retrocesso absurdo!

    Luxa talvez porque precisa do SPFC e o SPFC precisa dele, acho que seria o casamento ideal nesse momento, o SPFC não ganha nada faz tempo e ele idem, mas ambos tem condições de se ajudar.

    Estrangeiro desempregado tem o Tata Martino, Sergio Ramos e Bielsa.

  9. Eu apostaria no Luxemburgo, a muito tempo não faz um bom trabalho e quer provar que é bom e se realmente se dedicar ao futebol, pode surpreender.

  10. Minha sugestão: Tata Martino. É um técnico bom, nem retranqueiro como Bauza nem vida loka como Osorio, está livre e não fechou com nenhum europeu, conhece o futebol brasileiro e o São Paulo e é argentino e capaz de liderar a gringaiada do elenco sem preconceito. Resta saber se vem, mas deveria ao menos ser consultado.

  11. Sem dinheiro para contratar jogadores, janela fechada, elenco curto e deficiente tecnicamente, André Jardine, seria a solução, quem poderia mesclar os jogadores da base, e extrair o melhor deles se não o André, ou vocês preferem continuar a assistir os Wesley da vida vestindo a camisa do SPFC?

  12. Não consigo pensar em nenhum com esse perfil que me agrade.
    Teria que ser do mesmo jeito que as contratações de jogadores, se não for pra trazer um cara bom mesmo, usa a base.

  13. Olha… pra colocar qualquer um dos citados acima coloca logo o Rogério Ceni!…. brincadeira… Rogério tem que treinar um sub 20 ou um time lá de Sinop primeiro… se estrear logo de cara no São Paulo tanto pode ser a redenção como um final trágico!

  14. Espero muito que não seja nenhum desses!!! E torço muito para que seja estrangeiro mesmo que não conheça o elenco é muito melhor dos que foram citados, inclusive do Dinis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*