Empate com sabor de derrota mostra a gangorra que vive o time

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo ganhou do Grêmio em Porto Alegre, coisa que ninguém esperava, e empatou nesta quinta-feira com a Chapecoense no Morumbi, coisa que também ninguém esperava. E vejam como são as coisas: se o São Paulo tivesse ganho chegaria a 44 pontos, dez a menos que o líder. Levando-se em consideração que uma vitória contra o Avaí em Florianópolis é absolutamente normal e que o Santos ganhar no Itaquerão também, o São Paulo poderia chegar segunda-feira a apenas sete pontos do líder.

Mas esqueçam o que escrevi acima, como já disse um dia um certo ex-presidente da República. O time jogou tudo no lixo e mostrou que é, efetivamente, um dos mais – se não o mais – irregulares do campeonato. Menos mal que estamos na parte de cima da tabela e qualquer tragédia preconizada por alguns não tem a menos chance de acontecer.

O jogo era daqueles onde a resolução tinha que acontecer no primeiro tempo. Jogos contra times retrancados não podem ficar para ser resolvidos no segundo tempo, onde a pressão da torcida é alta, os nervos se afloram e nada mais acontece como deveria. E o São Paulo passou 45 minutos sem criar uma única oportunidade de gol. Pior: não deu um chute sequer a gol. Então fica difícil.

Aí vou na contramão dos que criticam Paulo Henrique Ganso. O time fica sem nenhuma criatividade. Por mais que ele seja um morto em campo, quando a bola chega para ele há uma limpeza de jogada. Sim. Ele consegue clarear o lance. E, ao menos uma vez na partida, vai encontrar um atacante entrando na diagonal ou mesmo pelo meio para receber a bola.

Só que com sua ausência, isso ficou por conta de Carlinhos e Wesley. Triste do time que depende destes dois para serem os seus armadores. Triste, portanto, do São Paulo. Aí Osorio fez o que parecia óbvio: inverteu Carlinhos com Michel Bastos. Carlinos continuou muito mal, mesmo jogando aberto no ataque e Michel não conseguia construir nada pelo meio. Luis Fabiano ficava preso entre os zagueiros adversários, sem qualquer movimentação e Pato estava num dia daqueles de dar raiva.

No segundo tempo, com as entradas de Centurion e Rogerio nos lugares de Pato e Carlinhos, o time ganhou ofensividade. Mas foi na base do abafa, da pressão desorganizada. E tome chuveirinhos inoperantes e, de novo, ninguém para encontrar um jogador entrando e passar a bola. Até quando pintava um possível contra-ataque para o São Paulo a transição era muito lenta e permita a Chapecoense se armar inteirinha no campo de defesa.

O 0 a 0, no final das contas, foi absolutamente justo. O São Paulo não foi sequer um protótipo do que foi no último domingo. Agora resta jogar contra o Avaí pensando apenas na permanência do G4 e se dedicar à Copa do Brasil. Quem sabe ainda não conquistamos um título este ano?

7 comentários em “Empate com sabor de derrota mostra a gangorra que vive o time

  1. Sr. Osório poderia ter colocado o Daniel no lugar do Ganso, ou mesmo o João Schimitd, mas parece que tem seus preferidos e assim vainlevando o SPFC à essa instabilidade.
    A culpa dessa instabilidade é somente dele que muda muito o time de um jogo pra outro, tanto a forma de jogar como alguns jogadores.
    O pior é que o Colombiano ainda culpa a torcida por esse jogo horrível que o time dele jogou, AH VÁ!

  2. PP e amigos tricolores, enquanto seu Osorio e qualquer outro treinador do sao paulo ficar bancando Luiz Fabiano e ate nosso mito no time sabendo que os seus substitutos estao muito bem nao vamos a lugar nenhum, vai ser essa gangorra, nao ganharemos mais nada, ja disse e volto a escrever, temos cânceres no time que precisa ser arrancado o quanto antes é evidente é óbvio que o time nao rende com eles e que eles causam mal estar no time.
    E aquele antigo ditado em time que esta ganhando nao se mexe, tudo bem o ganso mesmo as vezes morto em campo fez falta, mas jamais, jamais o Osorio poderia ter mexido tanto no time so para substituir o ganso, seu osorio errou o pior 2 vezes em escalar errado e substituir errado.

  3. O Sao Paulo de Juan Carlos Osorio nunca foi um time confiavel em seu comando , nao consegue emplacar 3 vitorias seguidas no Campeonato de nivel baixo , ao mesmo tempo que foi capaz de ganhar do Gremio em Porto Alegre , empata com Chapecoense , Avai no Morumbi , perde do Goias no Morumbi , duvido muito que este treinador emplaque 2016 no Morumbi , tambem nao me surpreenderei se ele pedir demissao antes do fim do ano.

  4. Carlinhos jogando bem não chega aos pés do Ganso jogando mal! E Osorio errou em não deixar Luis Fabiano no banco.Se a formação deu certo domingo, mantenha! Luis Fabiano ficou fora domingo por culpa dele mesmo.Então, que fique no banco e aguarde a vez já que perdeu o lugar, na minha opinião! Carlos Miguel Aidar está errado em muitas coisas no comando do clube, mas numa ele está corretíssimo:não renovar com este poste chamado Luis Cabuloso!

  5. E viva o ze’ pipokkka, viva os antaidares e kartolagens todos cardeais e demais’ por na’o assumirem suas responsabilidades como os do comando central,
    e hoje tambem o Osorio por ter escalado o tal de ze’ di mierda o luisito pipokkka,
    e tambem no’s porque a maior parte assimila legal.

    • Ganso e’ apenas craque e no’s desacostumamos a esse tipo de atleta,
      os caras das dragoes e outras os odeiam
      ??? porque sera ??? Falta do que sera’ ???
      auilio pro’ tudo ??? essa turma e’ mal acostumada iguais outros por ai’.

  6. Não joga nada e ainda da sorte, consegue entrar no G 4 com a derrota do Flamengo.
    Pelo menos até domingo as 14:00 horas estara no G 4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.