Futebol show, apagão e vitória: ingredientes no Morumbi!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, tudo parecia caminhar para uma goleada história. Com 12 minutos de jogo Michel Bastos faz 1 a 0. O time joga bem. Mais um pouco e 2 a 0. Antes de terminar o primeiro tempo, 3 a 0. Futebol forte, técnico, envolvente e determinado.

A montagem do time com três meias ficou muito boa. De fato os meias jogavam muito avançados. Michel Bastos aberto pela direita, Kaká pela esquerda e Kardec enfiado no meio, com Ganso tendo liberdade de flutuar pelo campo. Contava com Maicon, que tem bom passe e prende a bola quando necessário.

As inversões de Kaká com Michel Bastos também eram feitas. Em determinados momentos era Ganso que abria por uma ponta, com Michel Bastos vindo pelo meio. Enfim, a troca de posições do meio para a frente estava acabando com a defesa equatoriana, enquanto Paulo Miranda e Édson Silva estavam tranquilos na defesa.

Ms veio o segundo tempo e Maicon não voltou. Alegou dor nas costas e desequilíbrio, com receio de ser expulso, pois já havia recebido um cartão amarelo. Muricy fez o que seria normal: colocou Antonio Carlos, deslocou Paulo Miranda para a lateral – função que ele já exerceu muitas vezes – e Hudson para o meio – sua real posição -.

Só que deu tudo errado. O time teve um verdadeiro apagão. Paulo Miranda errou tudo na lateral, Hudson não conseguia acertar um passe e Antonio Carlos, de novo, deixou buracos pelo seu setor. E foi exatamente por esse lado, direito do São Paulo e esquerdo do Emelec, que o time equatoriano marcou dois gols em dois minutos, acabando com a vantagem conquistada no primeiro tempo e enterrando a expectativa gerada de uma grande goleada no Morumbi.

Ainda bem que veio um gol salvador de Antonio Carlos, que nos devolveu uma pequena vantagem de podermos perder por um gol de diferença no Equador.

O São Paulo ganhou, sim, mas mostrou deficiências que perduram desde o início da temporada e que, certamente, ficarão até o final.

9 comentários em “Futebol show, apagão e vitória: ingredientes no Morumbi!

  1. Muricy, técnico fraco e que sobrevive às custas de medalhões, por isso não gosta dos garotos, não tem paciência com eles.

    Se essa diretoria pensa em aproveitar a base para o ano que vem por falta de dinheiro, ou precisa trocar de técnico ou dar um esporro gigante nesse TREINEIRO.

  2. Primeiro, se Maicon tivesse condicoes, na’o o tiraria,
    se na’o tivesse traria o Bastos que tambem sabe marcar
    para traz junto com Souza e colocaria Boschila para ajudar no meio.
    Osvaldo nem pensar esse cara so’ ajuda o adversario infelizmente,
    e’ de velocidade, mas e dai, ta’ numa tiricia so’.
    Enfim, vencemos, e isto ja’ e’ muito bom, se eles fizeram aqui
    poderemos fazer la, tambem.
    Duro e’ a lusa ter ido pra c, mas merecido,
    ninguem da diretoria explicou o explicavel,
    deram a vaga pro flu, junto com a cbf,
    que tambem pouco se preocupou com toda essa merda.
    Isso tudo como digo, e’ mesmo um grande circo.

    • segundo, se Maicon pediu pra sair, ta’ explicado,
      se na’o pediu em time que esta’ ganhando na’o se mexe,
      isto e’ basico, mesmo que tenha pedido as mexidas foram erroneas
      e acabaram no que deu.
      tercero, ??? cade o ze pipokkka ????
      quando precisamos ????????? cade o kara ??????????

      • O Zé Pipoka está suspenso, pegou 3 jogos de gancho na Commebol!!! Não vai jogar também o jogo no Equador!

        CUSTO BENEFÍCIO, ZERO, OU MELHOR NEGATIVO!!!

  3. Concordo, ele fez o que tinha que fazer.
    A culpa atribuo TOTALMENTE aos jogadores que sempre que entram de salto alto ou achando que já ta tudo resolvido da merda!!!
    Lembra o Bragantino? Penapolense?
    SP precisa para com essa mania de tirar o pé. Lá na Europa ninguém tira o pé…. atropela logo!!!
    Kaká demonstra que é mto bom, mas que seu físico deixa ele na mão…. errou td no segundo tempo, tinha q ter saído bem antes (talvez ai a falha do Muricy) e seu único erro ontem foi insistir no tal de Osvaldo – é como jogar com um a menos.

  4. A substituicao foi correta, so que os caras voltaram achando que iam fazer gols quando quisessem, desligados. Boschilla nao daria, nao e volante.

  5. O óbvio seria colocar o Boschila no lugar do Maicon, não mexer com a defesa, que estava muito bem. Definitivamente, PM na LD e A. Carlos na zaga não dá. Comprovado!

    • Nossa! Colocar o Boschila de volante é pra acabar.

      O Muricy fez o certo, no momento era o que tinha e o que podia fazer. Querer culpar o Muricy por tudo também não dá.

      • Concordo Raffael, esses caras reclamam de tudo. Recuar o Michel Bastos pra volancia sendo que adiantado ele ta jogando muito, so pra por o Boschilla e osso heim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*