Vitória no sufoco, mas que valeu pela vontade

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, foi um sufoco. Eu não imaginava que fôssemos ganhar do Atlético Nacional de Medelim com um gol aos 45 minutos do segundo tempo. Foi muito sofrimento, mas que mostrou que o time, se não é excelente tecnicamente, ao menos tem honrado a camisa com muita raça e, bem ao estilo Muricy, se não dá na tática, vai chutão para a área.

O primeiro tempo teve uma imagem que seria completamente modificada no segundo. O São Paulo teve, seguramente, mais de 70 por cento de posse de bola. Contou com um golaço de Jadson, muito toque de bola, passes certeiros, engolindo os colombianos em seu campo. É verdade que Ganso fez muita falta, pois não tivemos os passes cerebrais que temos nos acostumado a ver.

A falha gritante de Rodrigo Caio (aqui também culpo Rogério Ceni que não deveria ter-lhe dado a bola, dentro da área, de costas para o campo, com marcação), atrapalhou o time que sentiu o baque.

No segundo tempo tudo mudou. O domínio foi absoluto dos colombianos, que chegaram a colocar o São Paulo na roda. Mesmo assim não corremos riscos. Fizemos o segundo gol e, assim como no primeiro tempo, sofremos outro gol de erro individual . É isso. Não fosse um erro crasso de Rodrigo Caio e outro de Antonio Carlos, por mais que o Atlético dominasse o segundo tempo, me lembro de apenas um lance que colocou em risco a meta defendida por Rogério Ceni.

Acho que Muricy demorou a mudar o time. Ademilson poderia ter entrado já no intervalo do jogo. No decorrer do segundo tempo eu o colocaria no lugar do ineficaz Denilson, deixaria Rodrigo Caio e Maicon como volantes e abriria Ademilson e Aloísio nas pontas.

O empate de 2 a 2 seria trágico, pois nos obrigaria a vencer em Medelim. Com a vitória jogaremos pelo empate. Vai ser muito difícil, mas quero lembrar aqui minha tese que, com este elenco, a mim bastaria termos saído da zona de rebaixamento no Brasileiro. A partir daí, o que vier será lucro.

3 comentários em “Vitória no sufoco, mas que valeu pela vontade

  1. No pre-jogo da Foxsports, estava la o ex-lateral Nelsinho Batista e seu
    filho Kaio que tambem joga por ai.
    Brincando com Nelsinho os reporteres disseram que ele nao era habilidoso
    e brigava muito com a bola, no que ele retrucou, que na zaga e muito
    perigoso ser habilidoso, pois abusar de dribles nesse local,
    nunca da certo.
    E, foi o que aconteceu no jogo de ontem, Nelsinho matou no ninho,
    estava prevendo.
    Que sirva de licao para o jovem RKaio, muito promissor, alias uma realidade.
    Que essa observacao dum ex-grande lateral sampaulino, lhe sirva de exemplo.

  2. Uma partida que jogamos com um a menos, ate a entrada tardia de
    Ademilson, no lugar do pipokkka, que nem deveria ter entrado.
    E uma trava no ataque, os demais tem que jogar como se tivessemos deis.
    Nao da mais, Murici nos livrou do Z4 sem praticamente esse medalhao,
    e consiguiremos chegar na Sulamericana sem ele tambem.
    Que saudade do Welinton.

  3. Paulo Pontes, me permita, amigos são-paulinos, leitores do tricolor na Web, parece que é ordem no time agora é RAÇA, e isso, não foi feito para o nosso camisa 9, creio eu que nessa filosofia não tem mais lugar para Luis Fabiano, para minha alegria ehehehe!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*