Vitória da raça contra todos. Até a arbitragem

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo conquistou uma vitória digna a dar moral para deslanchar no campeonato e esquecer de vez a crise pelo que passou e o risco de estar rondando a Z4, após ter ficado muito tempo dentro dela.

O jogo desta tarde em Salvador marcou a redenção deste elenco. Mostrou que existe união e todos jogaram em dobro para cobrir as lacunas deixadas por Denilson e Maicon, além da arbitragem maléfica de Sandro Meira Ricci, que anulou um gol legítimo de Paulo Miranda.

Se eu fosse fazer uma análise tática do jogo, diria que o São Paulo, enquanto teve onze homens em campo, alternou o esquema entre o 3-5-2, o 4-4-2 e o 4-1-4-1. Muricy Ramalho montou o time de uma forma que consegue mudar o esquema no decorrer do jogo sem ter que lançar mão de substituições. E isso porque Rodrigo Caio, que é o grande coringa, não estava em campo.

Douglas e Reinaldo faziam grande partida pelas alas, Paulo Miranda, Rafael Toloi e (pasmem!) Edson Silva beiravam a perfeição, enquanto Ganso continuava chamando o jogo e o ataque, com Ademilson e Aloísio se entendendo muito bem. Foram criadas algumas chances de gol, desperdiçadas por Aloísio, mas uma ele guardou, depois de lançamento brilhante de Rafael Toloi.

Só que o árbitro entrou em ação. Aliás, já havia entrado antes do gol de Aloísio, quando anulou gol legítimo de Paulo Miranda. Com isso começou a irritar o time do São Paulo.

A expulsão de Denilson, na minha opinião, foi extremamente rigorosa. Ele realmente entrou com a sola, mas não senti maldade. Na realidade ele chegou atrasado no lance. Depois expulsou Maicon. Se foi correto pela maneira ostensiva que Maicon o ironizou, não entendi o cartão amarelo que ele recebeu, só por estar tomando água na beira do campo.

Quando vi que era esse canalha que iria apitar o jogo, senti que algo errado iria acontecer. Não me lembro de um único jogo que este pulha não tenha prejudicado o São Paulo. E hoje não foi diferente. Fez o que pode, mas a raça do time foi maior do que este verme da arbitragem.

Para mim o risco de rebaixamento está completamente afastado. Podemos até perder domingo que vem do Internacional, em Porto Alegre. Será um daqueles jogos “perdíveis”. Nossa distância para o primeiro que cai, agora, é de sete pontos. Além do mais, temos entre nós e o Vasco, que é o primeiro da linha de rebaixamento, Bahia, Fluminense, Coritiba, Bahia, Corinthians e Flamengo. Ou seja, nós agora estamos na parte de cima da tabela. Não podemos descuidar, mas o risco já passou.

E fica aqui minha homenagem ao time e à comissão técnica. Hoje souberam honrar nosso manto sagrado, coisa que esta diretoria não sabe. Portanto não incluo a diretoria nesta reverência.

18 comentários em “Vitória da raça contra todos. Até a arbitragem

  1. Paulo,infelizmente vc tem razão.Digo infelizmente não pelo seu comentário,mas pela realidade da coisa.E o que me mete medo nesta arrancada tricolor é que esqueçam as lambanças da diretoria (até João Paulo Jesus Lopes me decepcionou) e elejam o candidato de Juvenal Jumêncio.

  2. Partida Atretico e Coritiba, arbitro essa insignificancia que nos opera sempre
    o tal de ricci, o que se significa roubo contra nos, que passa batido
    por esses malditos da diretoria, coniventes.

    No intervalo, a alegria deu lugar ao caos. Para apartar briga entre duas facções de torcidas uniformizadas rivais do Atlético-PR, a polícia agiu com truculência, fazendo uso de gás de pimenta e tiros de borracha. A confusão atrasou o reinício da partida, pois um dos alambrados do Durival de Britto ameaçou cair. Foram 27 minutos entre um tempo e outro.
    Texto retirado do jornal Lance

    ???? O que aconteceu com esse tumulto ????
    ???? Alguem foi punido ????
    Me informem por favor, estamos a nove dias do acontecido e ja vao
    nos ferrar, e esse jogo do Parana foi no dia 6 de outubro, portanto dezesseis
    dias, estou curioso pra saber qual foi o procedimento adotado com
    essa paulera acontecida la, pelo stjd
    ???? Ou punicao vale so pra ca ?????

  3. Quanto ao arbitro é certo que nada acontecerá com ele. Uma que os 2 primeiros lances são interpretativos, ou seja, dependendo do anglo vc pode mudar de opinião então não há o que fazer. Houveram diversas opiniões na imprensa (que realmente não gosta do SPFC) a favor da decisão do arbitro e isso ameniza muito pra ele. A expulsão do Maicon ele pode falar o que quiser na sumula que vai ser acatado. Mas que esse arbitro realmente não gosta e prejudica nosso tricolor não há duvida. Lembro do jogo do SPFC contra o Atletico MG no independência no ano passado. Aquela expulsão do Douglas que escorregou e fez falta sem querer foi mais absurda que já vi na vida.

  4. Caro Paulo Pontes, um amigo mandou-me um e.mail informando, em forma de revolta, que na ausência do presidente quem assume a direção do clube é Adalberto Baptista juntamente com o vice.
    A se confirmar, significa que o cargo não era apenas representativo, o sujeito continua mandando.

    • Não, Fernandes. Salvo grande engano de minha parte, quem assume o cargo é o Leco, que é o vice-presidente eleito na chapa de Juvenal, em 2011. O Adalberto assumiu um cargo de confiança e não pode, de maneira alguma, assumir algo que pertence a quem foi eleito na chapa. Pela ordem são: Leco (vice-presidente) e José Carlos Ferreira Alves (pres. Conselho Deliberativo), mas este apenas na vacância do cargo de vice também e para convocar eleição num prazo, se não me engano, de 30 dias.

  5. Só complementando,Paulo.A diretoria precisa encaminhar carta à CBF vetando Heber e Sandro Meira Ricci.O risco de rebaixamento parece mesmo afastado, mas eles podem ainda aprontar se voltarema apitar nossos jogos.Todo cuidado é pouco.

  6. Caro Paulo Pontes, não sei se os números correspondem à verdade, mas ouvi ontem, este juiz apitou 17 jogos do São Paulo tendo expulsado 10 jogadores.

  7. Ainda nao li seu comentario PP. Vou deixar pra ler amanha.
    Mas vou dizer uma coisinha que nao disse no outro, Opiniao de Sampaulino.
    Jogamos quatro sem o pipokkka, dez pontos, ainda perdemos o tao
    falado e amaldicoado penalti, dez pontos em doze, grande media.
    O pipokkka, jogou contra o Vitoria, vencemos, contra o Santos, perdemos,
    contra o Gremio perdemos e Goiaz, perdemos, entao em quatro jogos
    conquistou TRES pontos.
    ???? Sera que esse cara ta dormindo direito ???
    E, Murici, andou o substituindo em dois jogos pelo seu rendimento pifio.
    ???? Quem e mais util, o GROSSO e racudo Aloisio, ou o pipokkka,
    jeitao de malandro e so ???? nao da um pique de dez metros que estora,
    da pena, nao dele dos iludidos, que alguma hora ele acontece.
    Pela vitoria de hoje, lavei minha alma e a de meus filhos e pai, como nunca.
    Uma sensacao de ter ressuscitado.
    SOMOS MESMO GRANDE, pequeno pensa essa diretoria maldita e
    mentirosa, politiqueira e arrogante.

  8. Como o Vasco e Fluminense correm o risco de ser rebaixados, ontem tivemos amostra com será os arbitragem até o fim do campeonato. Esta canalha pretende apitar no mundial,

    • Perfeito, Humberto.
      Tb não vejo porque. Jogar com o melhor time possível: se não der, faz parte, mas tentar com o que tivermos de melhor pra por em campo e não nos acovardarmos – aliás acho que o Muricy mudou o comportamento dos jogadores que estão mais confiantes.
      Estamos nos acostumando a ganhar jogando fora de casa; quem sabe não vai ser assim também no Chile. . .

  9. Esse arbitro tem q ser punido,o q ele fez hj com o SPFC foi absurdo,isso ñ pode ficar impune,ñ pode passar em branco,esse fdp anulou um gol legítimo e expulsou dois jogadores quando o correto era apenas dar amarelo,ele teve a intenção clara de prejudicar o SPFC e isso tem q ser punido,o SPFC tem q tomar alguma providência contra esse árbitro,chega de sermos roubados,prejudicados dessa maneira.

  10. Sandro Meira Ricci e Herbert Roberto Lopes apitam descaradamente contra o SPFC.

    O ano que vem, voltando a ter uma diretoria de futebol e um presidente de verdade, estes caras devem ficar fora das escalas dos jogos do SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*