Um choque de realidade

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, a derrota do São Paulo para o Criciúma nesta quinta-feira, no Morumbi, nos proporcionou um choque de realidade. Talvez as cinco partidas sem derrota, com três empates e duas vitórias, tenha sido enganosa. Imaginar que poderíamos começar o segundo turno entre os dez primeiros não passou de heresia ou sonho de adolescente.

A apresentação do time contra o Criciúma foi degradante e a derrota digna de um filme de terror, com requintes de perversidade. Ou o Rogério Ceni perdendo mais um pênalti não é perverso? Isso para ficar apenas em um exemplo.

O São Paulo foi patético. Paulo Autuori poupou Ganso, que vinha crescendo de produção jogo após jogo, com o apelo de mesclar o time pelo desgaste excessivo. Ora, no momento que o time está vivendo, jogando contra um adversário direto ao rebaixamento, não era para poupar ninguém. E não me venham com a chacota de que o jogo era no Morumbi, porque neste Templo Sagrado do Futebol perdemos, entre outros, para Goiás e Bahia.

Jadson foi omisso. Rodrigo Caio, que vinha sendo um gigante na zaga, foi um anão. Paulo Miranda, como lateral, é um quarto-zagueiro regular. Fabrício, que foi injustiçado por Ney Franco, está fazendo injustiça com Paulo Autuori ao jogar um futebol medíocre. E atentem bem: longe de estar aqui defendendo o Ney Franco. Isso é coisa para o Adalberto.

Em suma, a constatação: até a última rodada do Brasileiro estaremos brigando nessa região da tabela. Às vezes fora, às vezes dentro do Z4. Mas com a esperança de terminar o Brasileiro, pelo menos, em décimo-sexto lugar. É o que nos resta.

9 comentários em “Um choque de realidade

  1. Nem veria problema em defender o Ney Franco. Ele foi o melhor técnico desde a saída do Muricy. Tentar diminuir isso e dizer que ele é fraco, como fazem alguns, só faz sentido em um contexto de rancor e ódio. O cara vem conseguindo títulos todos os anos desde 2009, enquanto o Autuori vem acumulando decepções desde 2005, e a diretoria troca um pelo outro…

    O Autuori foi goleado por esse elenco “fora de forma” que dirige agora. Elenco que, ano passado, com poucas alterações, conseguiu vaga na Libertadores e título.

    A demissão de Ney Franco naquele momento fazia sentido porque ele claramente não suportava a pressão e porque o elenco não o respeitava mais. Mas fazia sentido para contratar um Muricy, não um Autuori. Da forma como ocorreu, o Adalberto tem razão em criticar a mudança.

    • Quem contrata e essa diretoria maldita, mentirosa, politiqueira e arrogante.

      Onde o adalberto porchi, faz parte integrante, dela, inclusive voltando e

      tumultuando o ambiente, como sempre o fez. Foi o kara que trouxe o pipokkka,

      a peso de ouro, prum atleta em fim de carreira e com desiquilibrios emocionais e

      fisicos. A maioria da torcida pedia Murici, e tinhamos gente boa disponivel,

      no mercado. Agora, que precisava ter mudado, era claro, mas logo depois

      do vexame do paulistinha. E agora , se perdermos, amanha, teremos sim,

      que fazer uma troca urgente, pois nao conseguimos acompanhar, nossos

      concorrentes de meio da tabela. Perder, em casa pro Criciuma foi um desastre,

      de quem esta se condenando. A PPreta, vem ai, e se cuidem, porque nosso time

      infelizmente, nao aprendeu, ou melhor desaprendeu, quem investe num

      pipokkka como salvacao, vai querer o que ???? Quero, que essse

      maluko, me faca calar a boka, rezo por isso acontecer, masssss …..

      com ele sera mesmo dificil, o kara e bom de reclamar, ahhh isso e otimo.

  2. Paulo, seu sonho foi realmente de adolescente, de torcedor apaixonado, em mim desde os primeiros jogos com o ex-técnico já não tem mais isso, previ em meus comentários neste mesmo site a perda do Paulista, Libertadores e declínio no Brasileirão, todas deram certo, mas ainda espero estar errado quanto à ultima previsão que é a queda para segundona. Não acredito em milagres, mas se o time não cair vou começar a acreditar.

  3. pipokkka, desisto, os torcedores e o time esperam tudo dele,

    mas o que nos oferece, naaaaaaaaada. ex atleta, enganando.

    ???? Cade, welliton ????

    porque esse e banko, quando muito jogar no finalzinho, pra ser expulso.

    Poderiam kolokar o adalberto porchi, que o trouxe,

    com mega show no Morumbi, como disse Rosan.

    Aloisio se mostrou pra cobrar o penalti,

    ???? e o pipokkka ???? AMARELOU

  4. Os culpados da derrota pela ordem:

    1 – Adalberto Batista – Fracassado como piloto, fracassado como diretor de futebol e agora fracassado como Secretário Geral. Onde estiver no SPFC vai nos fazer fracassar.

    2 – Juvenal Juvencio – Fraco como presidente, o nível é tão fraco que nem nos bastidores conseguimos mudar uma data de jogo.

    3 – Paulo Autuori – péssima escalação – poupar jogador num momento destes é ridículo.

    4 – Rogerio Ceni – Já deu para ele né? Não precisa provar mais nada, não precisa assumir a posição de lider, não precisa mais de nada. A ansiedade para mostrar que ainda é o cara, faz ele passar por estes momentos desagradáveis. Ceni, se vc vai parar, começa a diminuir o ritmo cara….você é o mito, isto nunca mudará, mas não adianta pressionar a sí mesmo com tanta gente incompentente por perto….desgasta a imagem. Continua no campo fazendo seu papel até o final, mas não vai dar para ser protagonista mais com este time ridículo e esta diretoria patética.

    5 – Luis Fabiano – Ruim com ele, pior sem ele.

    6 – Ganso – Porque ele não bate os penaltis do SPFC? Todas as vezes que RC perdeu penalti ele estava em campo. Queria entender esta proteção ao jogador que custou R$ 23 milhões.

    • Perfeito o seu comentário e análise, parabéns, é como eu penso também, e se todos tivessem pelo menos a dedicação e raça do (acreditem) Aloísio nós não estaríamos nessa posição e chega de Wellington e Fabrício pois são muito fracos. Abraço.

    • Putz, OTIMO comentário, só discordo um pouco(não em tudo) em relação ao Rogério. Sei q quando o time voltar a vencer e conquistar titulos, a maioria vai querer que ele jogue até os 50. E sei q isso vai voltar a acontecer apartir de abril! Que Deus nos abençõe

  5. Autuori errou também ao inventar na zaga, ao premiar Antonio Carlos e Paulo Miranda.Toloi e Rodrigo Caio faziam uma boa dupla e Autuori tirou este entrosamento no time.Pra que a mudança?Se jogador ficasse o ano todo jogando a cada dois dias,tudo bem, mas é uma semana só, pombas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*