Vitória fundamental para o objetivo traçado

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o lema é falado e absolutamente correto: não adianta dar o segundo passo sem antes dar o primeiro; não adianta querer marcar o segundo gol sem ter feito o primeiro. O São Paulo vem cambaleando dentro do Z4 do Brasileiro e não podemos pensar em brigar por uma vaga na Libertadores sem antes sairmos da situação em que nos encontramos. E a vitória sobre o Náutico foi fundamental e decisiva para isso.

Ontem, antes da partida, no comentário pré-jogo que fiz, coloquei que em minhas contas o São Paulo teria que alcançar oito pontos nos quatro jogos desta semana e, adicionando a primeira partida do segundo turno, quarta-feira próxima contra a Ponte Preta, seriam 11 pontos nessa conta. Isso nos deixaria entre os dez melhores do campeonato.

Mas volto ao jogo de ontem, fundamental, repito, para nossos objetivos. Além de ser o último colocado do campeonato era um jogo atrasado. Portanto só o São Paulo andou para a frente. Foi sofrido, mas valeu pela determinação dos jogadores.

Poderia ter sido mais fácil, não fosse o erro do bandeirinha que anulou, de forma errônea, um gol de Luis Fabiano, marcando impedimento inexistente. E o time do Náutico bateu muito. Mas ninguém tomou cartão amarelo.

O São Paulo nem fez um bom primeiro tempo. Ao contrário, o Náutico teve mais posse de bola e não permitiu que o Tricolor criasse chances de gol. Osvaldo e Lucas Evangelistas estavam abaixo da crítica e Ganso tinha que ser único na armação das jogadas. Muito marcado, pouco conseguia fazer. Isso prova que Jadson, mesmo estando em má fase, faz falta ao time.

Paulo Autuori foi perfeito nas substituições do intervalo: ele tirou os ineficientes Osvaldo e Lucas colocando Negueba e Aloísio. Além de aumentar a posse de bola e presença no ataque, teve mais participação dos que entraram no combate à saída de bola dos pernambucanos.

A expulsão de Antonio Carlos – correta, mas por que os jogadores do Náutico não receberam cartões? – quase colocou tudo a perder. Rodrigo Caio foi recuado para a zaga e Maicon entrou no lugar de Ganso, em mais uma mexida acertada. Autuori colocou outro marcador em campo, mas com boa saída de bola. Ou seja: Maicon entrou para cumprir duas funções, enquanto Rodrigo Caio, que não vinha bem como volante, foi um gigante na zaga.

Reinaldo, que tinha dificuldade com o atacante do Náutico, conseguiu fazer boa jogada e serviu Aloisio para marcar o gol do São Paulo. A partir daí foi muita entrega e defesa. E o Tricolor conseguiu a vitória.

Não dá tempo de pensar ou descansar. Amanhã já tem o Criciúma. E mais uma vitória virá com o Morumbi lotado, tenho certeza.

2 comentários em “Vitória fundamental para o objetivo traçado

  1. Amanda Nunes · Quem mais comentou · Brasília
    Ganharam tudo, ate o titulo de Bambi que era do São Paulo! Vai timão kkkkkkkkkkkk
    Responder · 13 · · há ± 1 hora

    Sobre a punicao das torcidas do Vasco e dos bambis, segundo a Amanda Nunes

    no Lance.

  2. Vitoria fundamental para sairmos desse pantano que essa diretoria maldita,

    mentirosa e politiqueira, nos colocou.

    Nao basta o time jogar com muita dedicacao, alem de jogar com toda

    essa vontade, temos de carregar um pipokkka, o homem de apenas uma bola,

    que nao tem mais condicoes fisicas para ser atuante, como outros atacantes,

    acompanhando as jogadas na grande area pelo menos, e o osvaldo, com

    esse pode parar por enquanto, chegou a vez do Negueba e muito mais raca,

    e incomoda, se tiver um outro atacante acompanhando sera letal.

    Vide a jogada qua armou pela direita, como nao tinha ninguem na grande area

    finalizou, e no rebote ninguem, cade o pipokkka, ou outro qualquer

    acompanhando. ??? CAde ??? Entao, e Negueba e mais um.

    Jadson, disse que nao faria falta, fez. Como tambem fez Fabricio,

    Welinton, RKaio, sao fracos na saida de bola, e Rkaio hoje e nosso mellhor

    zagueiro. Vamos numa nova final, em casa, contra o surpreendente Criciuma,

    que esta lutando como nos, para sair da parte de baixo, esse tambem

    e um jogo de superacao para nossas pretencoes.

    O Sindicato, para mim, se posicionou tarde demais,

    e mais barulho de politiqueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*