São Paulo pecou nas finalizações e só por isso não ganhou

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o São Paulo apenas empatou com o Internacional, no Morumbi, e andou de lado na classificação do Brasileiro. Manteve a 5ª posição e ficou com a mesma diferença de pontos para o Vasco e o Atlético-MG, que também empataram, mas perdeu terreno para o Grêmio e pode perder mais ainda para o Fluminense.

No entanto o time foi bem, o que me dá esperança de que a briga ainda está aí à nossa frente. Tirando os primeiros 15 minutos onde fomos completamente dominados pelo Inter, a partir do gol de empate o São Paulo cresceu e passou a administrar a partida. Maicon era o responsável direto por esse equilíbrio, com passes certeiros e bom domínio de bola. Jadson, apesar de cobrar inúmeras faltas nas mãos do goleiro do Inter, também fazia seu papel de armador com toques rápidos.

Nosso problema estava nas laterais. Quando Douglas descia, as jogadas até prosperavam. Mas quando era Cortez, um horror. Não ganhou uma única jogada e perdeu todas as bolas.

O segundo tempo, então, foi um verdadeiro massacre. Osvaldo foi deslocado para o lado esquerdo e passou a infernizar a defesa gaúcha. Três jogadores do Internacional receberam cartão amarelo por faltas em Osvaldo. Só que ele não é Lucas e, assim sendo, não conseguiu decidir o jogo.

Aliás, que tinha poder para isso, Luis Fabiano, apesar de estar sempre presente e tentando, perdeu ao menos dois gols que não costuma perder. E outros jogadores que chegavam e chutavam ao gol o faziam sem pontaria. Portanto, apesar do verdadeiro massacre imposto ao Inter, as finalizações deficientes nos tiraram a possibilidade de vitória.

Por falar em comparações, não gosto disso. Tanto que falei que Osvaldo não é Lucas. E temo por outra comparação que já está começando a fazer: Maicon pode ter o mesmo destino de Danilo no São Paulo. Isso porque é tido como lento, a torcida de irrita fácil com ele mas, aos poucos, vem sendo importante para o time, tudo igual a Danilo. Só que o futebol dos dois, ao menos nesse momento, não permite fazer qualquer tipo de analogia.

Vamos continuar remando. O campeonato está aí e ainda faltam 16 rodadas. São 48 pontos em jogo e precisamos tirar quatro, ou seja, menos de dez por cento, para chegarmos ao G4. Temos dois compromissos dificílimos pela frente: Santos e Atlético-MG fora de casa. Pode ser o começo da grande arrancada.

Um comentário em “São Paulo pecou nas finalizações e só por isso não ganhou

  1. Concordo inteiramente, sobretudo nas comparações entre Maicon e Danilo, Lucas e Osvaldo.
    No próximo ano, com alguns reforços, o time pode voltar a ganhar títulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*