O G4 continua na nossa alça de mira

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o São Paulo venceu o Cruzeiro no Morumbi, nesta tarde de domingo, e deu mais um passo para se aproximar do G4. Mais do que isso: se aproximou do G4, porque Vasco, Grêmio e Atlético-MG empataram, numa rodada bastante favorável ao Tricolor.

O jogo foi muito difícil. A ausência de Luis Fabiano foi muito sentida, até porque não temos ninguém a altura no elenco para substituí-lo. Hoje jogou Willian José, um verdadeiro cone lá na frente. Depois entrou Ademilson, que melhorou o time, mas é muito fraco, ainda, para ser o responsável pela camisa 9. Consequentemente teremos problemas nas próximas duas semanas, com Sul-Americana no meio do caminho, Coritiba fora e Palmeiras no Morumbi, sem contarmos com o Fabuloso.

Lucas parece ter sentido falta do companheiro. Ficou um tanto apagado no primeiro tempo e mesmo assim, nas poucas bolas que tentou, não tinha com quem jogar. Jadson pouco se apresentava e Willian não correspondia.

O São Paulo viveu das boas arrancadas de Osvaldo, que sempre levou vantagem sobre seu marcador. E teve em Maicon um bom nome no meio de campo fazendo a distribuição do jogo.

No segundo tempo o panorama não mudou, mas o São Paulo passou a ter mais volume de jogo. Isso se aprofundou depois da entrada de Ademilson. O ritmo foi mais forte, os deslocamentos mais rápidos e assim o Tricolor chegou ao gol da vitória, e ainda perdeu mais duas oportunidades claras para ampliar.

Muito positivo, também, a presença do público: quase 41 mil pagantes que foram, principalmente, para ver a apresentação de Paulo Henrique Ganso, numa ótima jogada de marketing para atrair o público. Aliás, nesse quesito, está provado que Julio Cesar Casares é quem tem que ficar por ali. Bastou sua volta para o setor e surgiu o patrocínio tão esperado durante todo o ano, Ganso veio (parabéns Adalberto Batista), camisas foram feitas e vendidas com enorme agilidade e o Morumbi fez festa. Por isso Casares tem que ficar nesse lugar, pois é mestre na arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*