Zagueiro surpreende com lances de habilidade e vira opção como ‘falso lateral’ no São Paulo

O técnico Emerson Leão, quando passou pelo São Paulo, sempre definiu Paulo Miranda como um “zagueiro simples e rebatedor”. Mas o atleta deve ter surpreendido até o seu ex-comandante nas últimas partidas com a camisa do Tricolor, quando protagonizou duas jogadas de habilidade que quase resultaram em gol. Suas boas atuações o consolidaram como uma opção para atuar como ‘falso lateral’ pela direita.

O atual treinador do São Paulo, Ney Franco, gostou tanto das atuações de Paulo Miranda contra a Ponte Preta e o Bahia que cogita até mantê-lo improvisado mesmo com a volta de Douglas, que deve ser passado para a esquerda na vaga do suspenso Cortez para o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, pelo Brasileirão.

“O Douglas na esquerda é uma alternativa interessante, já pensei, mas não quero adiantar nada. Está muito cedo, e como perdemos a segunda e terça para treinos contra o Corinthians, eu prefiro pensar na formação depois. O Paulo Miranda bem na direita dá uma opção do Douglas ir para esquerda, ele usa bem a perna esquerda e não vejo problema”, disse o técnico após a vitória por 2 a 0 contra o Bahia.

Com as boas atuações em sequência e os elogios do comandante, Paulo Miranda está conseguindo dar a volta por cima no São Paulo. Nada mal para quem já foi afastado por deficiência técnica após a eliminação no Paulistão em episódio que colaborou para a demissão de Leão, um dos seus maiores defensores no Tricolor.

Por muitas vezes encostado no São Paulo, o zagueiro até cogitou sair do clube, mas as propostas que chegaram não se concretizaram e ele continuou no Tricolor.

Com a lesão de Douglas, Ney Franco se viu sem substitutos de ofício para a posição e resolveu colocar Paulo Miranda como um zagueiro pela direita na linha de quatro defensores. Ele não só ajudou a dar proteção a zaga como surpreendeu nas subidas para o ataque.

Na vitória por 3 a 0 contra a Ponte Preta no último sábado pelo Brasileirão, Paulo Miranda surgiu pelo meio e quase marcou um gol de letra. No triunfo desta terça contra o Bahia por 2 a 0 pela Sul-Americana, o jogador recebeu livre pela direita e por pouco encobriu o goleiro, ambas as cenas que o torcedor do São Paulo presenciou com surpresa no Morumbi, e que devem ajudar a mantê-lo como titular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*