Xingado por torcedores, Leco diz entender reação e promete melhorias

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, foi o principal alvo da torcida do São Paulo durante o protesto realizado domingo, no Morumbi, após o empate com o Fluminense. Nesta segunda, o mandatário se manifestou em suas páginas na internet. Ele disse entender a insatisfação da torcida e garantiu que irá trabalhar para que o São Paulo se recupere no Campeonato Brasileiro. Atualmente, o clube soma 12 pontos e está a um da zona de rebaixamento.

– Tenho acompanhado atentamente as reações de vocês. Compreendo a insatisfação, mas tenho certeza de que iremos nos recuperar rapidamente.
Entendo a ansiedade porque o futebol envolve paixão, mas os problemas se resolvem com convicção e trabalho dentro de uma gestão profissional – escreveu Leco.

Depois do tropeço de domingo, mais de cem torcedores expressaram sua revolta contra a má fase do time e apontaram o mandatário como grande responsável. No protesto, foram exibidas diversas faixas, com duas destinadas a ele. Uma dizia “Leco, venda a sua honra, respeita a nossa história”, e outra tinha a inscrição “pior presidente da história”. Nos cantos, o mais forte destinava palavrões ao dirigente. O protesto foi pacífico, e tanto jogadores quanto a comissão técnica tentaram entender a reação dos torcedores.

O resultado contra o Fluminense fez o São Paulo chegar a cinco jogos sem vitória, igualando a pior sequência do ano. Foram três derrotas, contra Corinthians, Atlético-MG e Atlético-PR, e empates com Sport, além do Flu.

O time teve folga nesta segunda. A reapresentação será na tarde de terça, e o técnico Rogério Ceni terá a semana livre para trabalhar e integrar os reforços Jonatán Gómez, Arboleda e Petros. O próximo compromisso será contra o Flamengo, domingo, às 16h (de Brasília), na Ilha do Urubu.

 

Fonte: Lance

8 comentários em “Xingado por torcedores, Leco diz entender reação e promete melhorias

  1. Vão todos cagar seus defensores do Leco, ou estão ganhando por isso ou são dos puxa sacos de carteirinha.
    O pior Presidente da história do São Paulo, superou o José Augusto Bastos Neto que até então era o pior, estão muito enganados vamos para o buraco seus trouxas.

  2. Também acho as críticas à administração desse senhor exageradas. Vendeu bons jogadores? Fora de série, a meu ver, poderá vir a ser apenas o David Neres. Os outros, embora bons jogadores, quando estavam jogando o time, também, não estava bem – tipo Maicon, Luiz Araujo (nenhum salvador de time). Fosse eu o Leco, e disputando este ano apenas para não cair pra segundona, eu colocaria o time todo a venda. Se aparecesse negócios para jogadores que o clube detêm os direitos federativos, venderia-os e prepararia um time jovem para o ano que vem. Para fugir da segundona, o time sub20 do SPaulo dá conta, já que depende muito mais dos times piores do que dos resultados que temos tido com este time, cujos jogadores estão sendo procurados (ao menos se lê na imprensa).

  3. Bem, eu não vejo uma gestão tão catastrófica assim, penso que ele deveria ter informado melhor a nação sãopaulina, dizendo que esse ano seria uma ano de recuperação e início de um novo trabalho no futebol.
    Graças a Cotia estamos podendo contratar novos jogadores, manter os salários em dia, abater a dívida junto ao Profut e ainda dar nova chance aos talentos que lá estão se formando.
    Toda a mudança de gestão, por menor que seja não muda a realidade de forma tão rápida, o futebol mesmo gerido como uma empresa tem suas especificidades e um nível de risco muito maior.
    Eu ainda prefiro ver, não como uma ano perdido, mas como um início de um trabalho, com falhas e dificuldades, mas que vai dar resultados no futuro.

    Argumentos contrários existem aos montes, respeito a opinião que diverge, mas é a questão do copo com líquido até a metade, para uns vai secar e para outros vai encher, eu estou nesse segundo grupo.

  4. Sou sim um crítico da gestão do Leco. Anteriormente, os Presidentes geriam o clube sob a rubrica do altruísmo, pois o cargo não era remunerado. Agora, o trabalho é bem remunerado – o Presidente tem um salário maior do que aquele que recebe o Governador do Estado, por exemplo. Na contrapartida, exige-se do mesmo muita competência e boa performance, o que comprovadamente não vem ocorrendo. A dívida da Instituição cresceu – vide balanço de 2016 – e o time de futebol continua se afundando. Esse é mais um ano que não deixará saudade.

  5. A gestão do Leco é péssima sim. Nem está quitando as dívidas (que ele nem diz qto é) e nem preparou um time forte pro brasileirão.

    A temporada 2017 do spfc está indo pro ralo e nem entramos em julho ainda. Isso é o que competência?

  6. Disse sem muita experiência, pois ele não é uma pessoa totalmente leiga sobre futebol, foi atleta, teve a experiência de trabalhar com excelentes técnicos, viveu momentos de glória e de dificuldades dentro dos gramados.

    Somente isso não é suficiente, mas muitas informações e mesmo experiências ele agregou como conhecimento para sua carreira de iniciante.

    Em se tratando de experiência, sem querer se alongar, o que vale mesmo é a competência, pois se fosse só a rodagem poderíamos contratar Celso Roth, Osvaldo de Oliveira, Joel santana e por aí vai.

  7. Sinceramente acho que Leco não está fazendo uma gestão tão ruim assim, trouxe nomes fortes para o elenco como Pratto, Jucilei…e agora Arboleda, Petros.
    Teve que vender alguns jovens valores e isso se deve ás dívidas acumuladas por gestões anteriores.
    Talvez o seu maior problema hoje seja em ter apostado em um técnico sem muita experiência, e nesse caso, a maioria de nós também bancou essa aposta.
    A torcida é 99% passional, e a colocação na tabela é o que mede seu nível de humor, mas se formos analisar friamente a questão da gestão, mesmo com algumas falhas, não está de maneira alguma tão calamitosa como alguns querem apregoar.
    Basta Rogério Ceni acertar esse time com as novas contratações que voltará a tranquilidade no clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*