Under Armour dá prazo até dezembro para definição do São Paulo

O São Paulo tem até o fim do ano para definir quem será o seu fornecedor de material esportivo. O prazo foi dado pela atual parceira do clube, a Under Armour. Ela, inclusive fez uma uma proposta de redução em relação ao contrato vigente e acertou o prazo até o termino de dezembro para o clube assinar com outra empresa. Se outra firma apresentar uma proposta considerada vantajosa, a Under Armour ainda tem o direito e a preferência para igualar a oferta. Caso o São Paulo rescinda o seu acordo de mais dois anos, a multinacional americana não vê problema em pagar a multa estipulada.

Nos bastidores é tido como certo que o São Paulo está negociando com a Umbro e a Penalty. O grande problema está em chegar nos valores que a fornecedora norte-americana paga. Mas é de se pensar que esses valores não serão repetidos, porque a própria Under Armour quer renegociá-los, algo que a cúpula do Tricolor não aceita.

 

Paulo Pontes

8 comentários em “Under Armour dá prazo até dezembro para definição do São Paulo

  1. Guarani Futebol Clube, de Campinas, campeão brasileiro de l978;
    As.Portuguesa de Desportos, tradicional time dos patrícios do Canindé;
    São Paulo Futebol Clube, tri campeão do mundo, etc, etc.
    Alguém percebe alguma semelhança entre eles?
    O Fluminense, quando caiu para segunda divisão, logo foi para a terceira. Precisaram inventar uma copa havelange para traze-lo de volta à principal divisão do futebol brasileiro. Uma vergonha!
    Acho que daqui há uns dois ou três anos, vão precisar inventar uma copa, quem sabe luís inácio, para tentar recuperar o tricolor paulista…

  2. a under armour que quer sair.

    o São Paulo não pode aliviar. quer sair? paga a multa que está em contrato e pronto. o problema é que parece que a diretoria do São Paulo vai aliviar. talvez estejam interessados nas comissões que vão rolar quando um novo fornecedor de material esportivo assinar…

  3. A ficha não caiu ainda para os incompetentes que administram o clube e para aqueles que apenas se beneficiaram e se beneficiam do futebol do clube, eles têm na mão um time perdedor e não é de hoje.
    Cada ano que passa vão enterrando cada vez mais a história gloriosa do time do São Paulo e com isso desvalorizando todo seu patrimônio.
    A tal Under já foi um negócio obscuro, mostrando por que vias andam os representantes da entidade, nada é feito de forma transparente, sempre há um porém ou algo que não ficou claro.
    Pensar somente em fugir do rebaixamento é muito pouco para tudo que envolve esta situação, culpar técnicos, jogadores, presidente, conselhos e diretores e não ver que não há no quadro associativo gente em condições de mudar esta situação é esperar por milagres, pois, caso houvesse já teriam se manifestado de forma veemente, no mínimo são pouquíssimos os que se interessam pelo futebol do clube e sua voz perde-se em meio a tanto sangue-sugas.
    Assim, ser rebaixado no máximo nos equiparará a outros que já foram, minha preocupação é não ver capacidade para nos tirar de lá.

    • Comentário perfeito, ao qual acrescento, curto e grosso: PRODUTO RUIM, MARCA EM CRISE, PATROCINADOR FUGINDO… só não enxerga quem não quiser.

      • Sim meu amigo, o problema está aí, as sucessivas crises ou melhor, a crise constante, desvia de foco da real situação por que passa o clube como um todo, fazendo com que seja ele (o futebol) a sofrer as consequências.
        Como o clube deve prover “mão de obra” para a gestão do futebol e esta é desqualificada para este mister, se não forem feitas mudanças profundas, o desastre será inevitável.

  4. Sair da UA não faz o menor sentido.

    Material é tão bom ou igual aos melhores, preços são altos mas em 1 mês estão quase todos os produtos com descontos, distribuição é boa e pagam bem o SPFC.

    Mas o Leco deve querer a Penalty que ficou sem pagar e tinha material fuleiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*