Torcida tricolor fica 5h parada na fronteira a caminho da Argentina

Habituada a usar a rede social para criticar a diretoria por conta da crise política que rondou o São Paulo nos últimos tempos, a Torcida Independente documentou, através das postagens, a viagem de cerca de 40 horas de duração até a Argentina. No caminho, nada de anormal, a não ser a cansativa espera na fronteira.

As postagens na página da Torcida Independente, maior organizada do São Paulo, no Twitter mudaram de teor. Acostumada a disparar contra membros da diretoria e até mesmo alguns jogadores, como Michel Bastos, a rede social da torcida só teceu palavras de incentivo ao time para registrar a viagem de dois dias de São Paulo a Buenos Aires.

A caravana com cinco ônibus partiu do Largo do Paissandu, região central da cidade, na manhã do dia 8, e registrou a chegada ao Monumental de Núñez nesta manhã. Trajando as fardas da torcida e carregando instrumentos, os são-paulinos embarcaram com a postagem: “40 horas de amor ao Tricolor. Partiu Buenos Aires!! Jogador que não tiver coragem fique no CT”. Depois de paradas em Curitiba e General Carneiro, cidades do estado do Paraná, os ônibus se dirigiram diretamente à fronteira com a Argentina. Próximo a Uruguaiana, há cerca de 800 km de Buenos Aires, a caravana tricolor empacou na fiscalização argentina. Foram cinco horas de espera até a vistoria de toda a documentação para o prosseguimento da viagem.

A chegada a Buenos Aires aconteceu há pouco, conforme registrado no perfil do Twitter. “Invadindo” a capital argentina, como descreveu, a torcida planeja ficar concentrada a partir de 12h (de Brasília) no Obelisco, monumento histórico que serve como cartão-postal da cidade.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Torcida tricolor fica 5h parada na fronteira a caminho da Argentina

  1. Eu queria saber de quê vivem esses pseudos-torcedores?
    Plena quinta feira, dia útil e neguinho tem grana pra viajar até a argentina, ou são tudo filhinho de papai ou tem nego sustentando esses vagabundos com dinheiro do clube.

    Nesse país ninguém investiga nada, só quando a mídia cai em cima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*