Torcida decepciona no Morumbi, e Denis pede: “Precisamos deles”

O São Paulo jogou na noite desta terça-feira para o segundo menor público no Morumbi desde que voltou a disputar a Libertadores com mais frequência, em 2004. Foram apenas 18.561 pagantes na goleada por 6 a 0 sobre o Trujillanos, da Venezuela. A partida era importante, pois um empate ou uma derrota complicaria as chances de classificação da equipe para as oitavas de final do torneio.

Antes de 2004, o Tricolor havia ficado nove anos sem participar da Libertadores. De lá pra cá, além deste mais recente, somente outros dois jogos no Morumbi receberam menos de 20 mil pessoas. Em 2007, 19.964 torcedores compareceram à partida diante do Alianza Lima, do Peru. No ano passado, houve 16.689 pagantes contra o Danúbio, do Uruguai. Curiosamente, esses dois confrontos também terminaram com goleadas são-paulinas, por 4 a 0.

Na próxima semana, dia 13, o São Paulo vai receber o River Plate, da Argentina, atual campeão da Libertadores. A situação é a mesma: só a vitória deixará o time com boas chances de classificação. A diretoria espera, até pelo peso do rival, que o público seja maior. Pensamento igual ao do goleiro Denis.

– Para este jogo (contra o Trujillanos) eu esperava até 20 mil torcedores, porque a equipe não estava em um bom momento. Jogamos muito bem. Tivemos qualidade, força de vontade e a postura da equipe foi muito boa. Tenho certeza que na semana que vem teremos praticamente o dobro dos torcedores apoiando, porque precisamos deles do nosso lado – disse o goleiro.

Os valores dos bilhetes para o jogo diante do Trujillanos variaram entre R$ 30 e R$ 180. Houve relatos de torcedores com dificuldades para comprar ingressos online, problema admitido por dirigentes do São Paulo. A Total Acesso, empresa responsável pela comercialização, tem contrato de mais dois anos com o clube.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*