Segundo tempo e banco: os trunfos do São Paulo para fugir do Z-4

O São Paulo enfrenta o Bahia às 16h deste domingo, na Arena Fonte Nova, e tem poucos trunfos a ostentar na péssima campanha do Campeonato Brasileiro, em que ocupa a 17ª colocação, na zona de rebaixamento. Mas o retrospecto na competição aponta que o segundo tempo e os jogadores que começarão no banco de reservas podem representar uma esperança para o torcedor.

A equipe marcou 21 gols no Brasileirão: 16 na etapa final (76,1%) e apenas cinco no primeiro tempo. E nove desses gols foram feitos por jogadores que entraram durante a partida. Eles ganharam pelo cinco pontos na tabela. Sem eles, hoje o São Paulo seria o penúltimo.

Na derrota por 2 a 1 para o Coritiba, na última quinta-feira, essas estatísticas se fundiram quando Denilson, que havia entrado aos 24 minutos do segundo tempo, diminuiu o placar aos 43.

Gols de reservas do São Paulo no Brasileirão:

  • Luiz Araújo: São Paulo 2×0 Avaí, 2ª rodada
  • Thomaz: São Paulo 2×0 Vitória, 5ª rodada
  • Wellington Nem: Corinthians 3×2 São Paulo, 6ª rodada
  • Shaylon: Santos 3×2 São Paulo, 12ª rodada
  • Marcinho: São Paulo 2×2 Atlético-GO, 13ª rodada
  • Lucas Fernandes: São Paulo 1×1 Grêmio, 16ª rodada
  • Marcos Guilherme (2): Botafogo 3×4 São Paulo, 17ª rodada
  • Denilson: São Paulo 1×2 Coritiba, 18ª rodada

Contra o Botafogo, Marcos Guilherme substituiu Petros e fez dois. Dias antes, Lucas Fernandes entrou no intervalo e garantiu o empate com o Grêmio.

O roteiro de muitos desses jogos foi semelhante. O Tricolor saiu atrás no placar ou estava empatando em casa e, desesperado pela vitória, fez alterações que deixaram a equipe mais perigosa no ataque e pressionou o adversário.

Neste domingo, Dorival Júnior deve iniciar a partida com o mesmo setor ofensivo dos últimos jogos, formado por Cueva, Marcinho e Pratto. São várias opções de meio e ataque no banco: Thomaz, Shaylon, Marcos Guilherme, Denilson e o garoto Brenner, de 17 anos, estão relacionados.

Veja as informações do São Paulo para o jogo contra o Bahia:

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data e horário: domingo, 16h (de Brasília)
Provável escalação: Renan Ribeiro, Bruno, Arboleda, Militão (Lugano) e Edimar; Jucilei e Petros; Marcinho (Marcos Guilherme), Hernanes e Cueva; Lucas Pratto
Desfalques: Rodrigo Caio (suspenso), Wellington Nem (passará por cirurgia no joelho direito), Maicosuel (aprimora a forma física), Gilberto (contratura na panturrilha esquerda), Lucas Fernandes (estiramento na coxa esquerda), Denilson (indisposição clínica) e Morato (cirurgia no joelho direito, só volta em 2018)
Pendurados: Bruno, Júnior Tavares, Petros, Cícero, Cueva e Lucas Pratto
Arbitragem: João Batista de Arruda (RJ), auxiliado por Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Transmissão: TV Globo para SP, PR, SE, AL, PE, CE, MA e DF (com Cleber Machado, Casagrande e Paulo César Oliveira) e Premiere e Premiere HD (com Thiago Mastroianni e Jorge Allan)

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Segundo tempo e banco: os trunfos do São Paulo para fugir do Z-4

  1. Ao técnico do São Paulo por favor arrumar a saga do São Paulo ta muito ruim de mais se for possível trocar o goleiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*