São Paulo volta à ‘arapuca’ Independência

O São Paulo volta neste domingo ao estádio da pior lembrança de 2013. Pela quinta vez no ano, e pela terceira vez em Belo Horizonte, enfrentará o Atlético-MG. E no Independência, estádio que foi chamado de “arapuca” pelo presidente Juvenal Juvêncio, ao fazer duras críticas à estrutura após a eliminação na Libertadores. Desta vez, porém, o Tricolor já conhece bem as armadilhas que encontrará no local, e terá de fugir da arapuca para manter os 100% de aproveitamento neste início de Brasileirão.

Não houve time que o São Paulo mais tenha enfrentado, ou campo em que mais tenha jogado após o Morumbi nesta temporada. Em 2013, foram três derrotas e uma vitória contra o Galo. Nas críticas após a queda nas oitavas de final da Libertadores, a diretoria teve como alvo a estrutura da arena, e o veto ao Mineirão. Juvenal Juvêncio reclama pelo fato de a diretoria são-paulina não ter sido bem recebida no estádio. Disse que é preciso contratar seguranças particulares para “não morrer” no local. Os são-paulinos lembram que, no Morumbi, a diretoria visitante nunca tem qualquer contato com a torcida.

Os dirigentes tricolores, porém, reconhecem que a maior virtude para o Atlético-MG no Independência é o poder da torcida, em um espaço pequeno. Avaliação partilhada pelo técnico Ney Franco, que sabe bem os obstáculos que enfrentará no domingo, às 18h30.

– São fatores que se somam. Atlético-MG montou um elenco muito qualificado. É um campo pequeno, 15 mil pessoas já lotam o estádio. O grande nome do jogo contra o Tijuana foi a arbitragem. Os árbitros acabam influenciados pela torcida. E foi interessante que o árbitro marcou um pênalti no final do jogo – disse o técnico são-paulino nesta sexta, sobre a classificação do Galo às semifinais da Libertadores, após o sofrido empate em 1 a 1 no duelo de volta com o clube mexicano.

E ninguém terá mais chances que o São Paulo de encerrar o grito “Caiu no Horto, está morto”, que ganha força a cada jogo do Atlético-MG no Independência. Desde a reinauguração do estádio, que fica no Horto Florestal, na Zona Leste de Belo Horizonte, o Galo não foi derrotado. Arapuca que se ilustra nos números: São 35 jogos de invencibilidade, com 27 vitórias e oito empates.

No domingo, o São Paulo pode ter a última chance em 2013 de não cair na arapuca. E de acabar com o poder do Independência, de más lembranças para os tricolores.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.