São Paulo treina forte e exige mais de seus goleiros antes de viajar

O São Paulo viaja na madrugada desta quinta para sexta para a cidade de Bradenton, nos Estados Unidos, onde a equipe fará parte de as pré-temporada e disputará a Copa Flórida. Antes, porém, o elenco fez o último trabalho técnico sob o comando de Rogério Ceni no CT da Barra Funda. E o ex-goleiro mostrou que não vai perder tempo e já exigiu muita intensidade de seus comandados apesar do grupo ter voltado de férias na nesta quarta.

Antes de conceder entrevista coletiva na sala de imprensa nesta tarde, Rogério Ceni e sua nova comissão técnica deixaram tudo pronto no gramado. Logo após responder as perguntas da dos jornalistas, o ex-goleiro se juntou ao elenco no campo, dividiu os atletas em grupos e cobrou muita entrega e participação de todos.

Depois de um leve aquecimento, Ceni, Pintado, Michael Beale e Charles Hembert se dividiram para acompanhar a atividade em dois mini-campos que contavam com mini-gols. O objetivo era exigir movimentação rápida, toques curtos e precisos até balançar a rede. Os jogadores precisavam compactação e velocidade no raciocínio para não tomarem puxões de orelha.

Enquanto isso, os goleiros Denis, Renan Ribeiro, Sidão e Thiago Couto faziam seu trabalho à parte. Zé Mário Campeiz e Pedro Campos chamaram a atenção ao forçar os arqueiros a trabalhar com os pés. Em uma atividade específica, os preparadores tocavam a bola com força razoável e a uma distância curta para forçar uma situação de risco e os goleiros tinham de dominar e sair jogando sem usar as mãos ou dar o famoso bicão.

Após isso, os quatro fizeram um complemento físico dando a tradicional corrida em volta do gramado. Vale lembrar que Lucas Perri, revelação das categorias de base e que está com a Seleção Brasileira Sub-20 para a disputa do Sul-Americano da categoria, deve integrar o elenco profissional assim que retornar ao São Paulo.

Já os atletas de linha, após cerca de uma hora e meia de trabalho com bola, concluíram o dia com alongamentos e um pouco mais de exercício físico. Todos que estiveram em campo nesta quarta vão aos Estados Unidos. Apenas Cícero, que já estava curtindo férias na Terra do Tio San, e Cueva, que sofre de amidalite, não treinaram com o grupo, mas estão convocados.

Jogadores como Robson, Daniel, Arthur, Pedro, Auro, Carlinhos, Jean Carlos, Ytalo e Reinaldo só precisam se apresentar dia 11. Alguns já estão com negociações adiantadas e, aqueles que não encontrem clubes antes disso, iniciarão os treinos normalmente, mas, com a liberdade para achar um novo lugar para jogar.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*