São Paulo se aproxima do Corinthians para evitar atrito após ação de Pato

À espera da definição do futuro de Alexandre Pato, o São Paulo tenta evitar um atrito com o Corinthians. Após o atacante entrar com uma ação para rescindir o contrato com o clube alvinegro, o presidente Carlos Miguel Aidar entrou em contato com Roberto de Andrade, mandatário corintiano.

Na conversa por telefone, que ocorreu na última terça-feira, o dirigente são-paulino negou que o clube tenha influenciado Pato na decisão de entrar na Justiça na tentativa de rescindir o contrato com o Corinthians. Segundo pessoas próximas à diretoria são-paulina, a conversa entre os presidentes teve um tom amigável.

As duas partes, na ocasião, concordaram que não haveria ruído entre os clubes após o caso envolvendo o atacante, que deixou o Corinthians rumo ao time do Morumbi em fevereiro de 2014.

Em um eventual ganho de causa, o jogador estaria livre para assinar contrato com o próprio São Paulo. O clube, entretanto, evita fazer planos para os próximos meses. A ideia é esperar a decisão da juíza Maria Alice Severo Kluwe para, então, agir.

Se o contrato com o Corinthians for mantido, Pato ainda terá vínculo com o São Paulo até o fim deste ano. Depois do período, o jogador teria de se apresentar ao rival — o término do contrato ocorrerá em dezembro de 2016.

Caso ocorra a rescisão com o clube alvinegro, Pato estará livre para se transferir para qualquer time. Nesse caso, o atacante pode acertar um novo contrato com a equipe são-paulina. O salário, porém, pode ser um entrave, pois o jogador recebe R$ 800 mil por mês — metade do Corinthians, em direitos de imagem, além de mais  R$ 400 mil do São Paulo (R$ 300 mil em carteira e R$ 100 mil em direitos de imagem).

Na ação, porém, Pato pede que os direitos de imagem sejam incorporados ao salário em carteira. Com um novo contrato e vencimentos de R$ 800 mil, o atacante teria o maior salário do elenco do São Paulo, superando até os de Rogério Ceni e Luis Fabiano. O clube, em crise financeira, tenta diminuir os gastos da folha da pagamento.

O jogador já entrou em campo em seis partidas do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o camisa 11 treinou normalmente no CT da Barra Funda. O time de Juan Carlos Osorio enfrenta o Avaí no próximo domingo, no Morumbi.  Se defender o São Paulo pela sétima vez, Pato não poderá se transferir para outro time que disputa a competição.

No início da semana, Aidar garantiu que dois clubes italianos estão interessados na contratação do atacante. Segundo o dirigente, porém, uma mudança não está nos planos do atleta neste momento.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “São Paulo se aproxima do Corinthians para evitar atrito após ação de Pato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.