São Paulo se aproxima de Petros e espera resposta do Betis à sua oferta

Petros está perto do São Paulo e pode ser anunciado até a próxima semana. Essa é a expectativa do clube do Morumbi e dos representantes do volante, que aguardam uma resposta do Betis à última oferta enviada pelo Tricolor para adquirir 50% dos direitos econômicos do meio-campista.

O jogador de 28 anos já entrou em acordo com o São Paulo a respeito do tempo de contrato e está próximo do acerto sobre seus salários. Ele está de férias, no Brasil, e deixou claro ao Betis que deseja voltar a jogar no país porque tem planos de se casar – sua namorada mora aqui. Os valores são mantidos em sigilo por seus empresários e pela diretoria são-paulina, mas as informações vindas da Espanha são de que o Tricolor ofereceu 2,5 milhões de euros (R$ 9,25 milhões) por 50% dos direitos econômicos de Petros, exatamente a porcentagem que pertence ao clube. A quantia é bem próxima do que os espanhóis desejam, e eles se recusam a emprestar o atleta.
As conversas estão tão adiantadas que a previsão é de que todos os detalhes da ida de Petros ao São Paulo estejam definidos até a próxima semana. Durante seu descanso, o jogador fica no aguardo de atualizações para definir seu destino o quanto antes.

O volante tem mais três anos de contrato com o Betis, mas, embora tenha feito 33 jogos na última temporada, perdeu a condição de titular neste semestre. Além disso, seu desejo de voltar ao Brasil é tão grande que ele já nem negocia mais com outro clube espanhol e outro da Itália que manifestaram interesse.

Exatamente por sua vontade de jogar no futebol brasileiro, ele prefere o São Paulo, que passou a caminhar sozinho na negociação depois de o Palmeiras preferir Bruno Henrique. Parte dos direitos econômicos de Petros ainda pertencem ao Corinthians, mas seus representantes já adiantam que o rival não colocará obstáculos na transferência.

 

Fonte: Lance

5 comentários em “São Paulo se aproxima de Petros e espera resposta do Betis à sua oferta

  1. Tudo bem que o João Schimidt está de saída e, provavelmente, o Thiago Mendes também, logo, iremos precisar de mais um volante mas, será que o Militão e o Araruna não servem? Estamos necessitando mesmo de meias, precisamos contratar dois meias com urgência, um meia pode quebrar um galho de volante mas utilizar volantes como meias não dá vejam o Jucilei precisa marcar e tentar armar jogadas, o pobre do Pratto tenta armar o jogo e concluir as jogadas isso sobrecarrega o jogador que não consegue executar à contento sua função principal, sem dizer que acaba com a surpresa pois quando se tem meias armando os volantes aparecem como surpresa mas como estamos somos previsíveis. Será que só eu vejo assim? Onde estão os caras responsáveis pelo planejamento? Acho que se é para investir seja onde mais precisamos, um zagueiro tudo bem mas outro volante não, ainda mais um volante meia boca, pode ser que eu queime a língua (ou no caso a ponta do dedo) mas eu não aprovo.

  2. Jogador mediano. Se dessem segurança e oportunidades ao Banguelê para ficar no time, o São Paulo faria melhor negócio. Mas é aquilo, néh! Torcedor que não entende nada de futebol vive gritando para que a diretoria “adquira novos jogadores”, e, como neste caso, se um jogou mais ou menos num concorrente, já acham muito bom e ficam na pressão. Provavelmente será mais um Maicon da vida (não tão caro néh) a chegar, fazer alguns bons jogos, e depois virar aquela m… de sempre. Novela reprisada à exaustão no nosso tricolor…

  3. Contratação inexplicável. Gastar METADE do vamos receber com o patrocínio do Intermedium para ficar com METADE de um jogador mediano e totalmente desnecessário em vista do que temos no elenco.

    Dois milhões e meio de euros… só pode ser piada. O Tricolor tá fazendo assistencialismo agora?

    Invistam esse dinheiro em outro zagueiro. Só o Arboleda não vai resolver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*