São Paulo promove Militão e chega a 35% do elenco com passagem pela base

Eder Militão chegou devagarinho, mansinho, fez um treino aqui, foi relacionado para um jogo ali, e agora é, definitivamente, jogador da equipe profissional do São Paulo.

Essa foi a primeira mudança no elenco depois das eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil. Um misto de prevenção pela iminente saída de João Schmidt e admiração pelo futebol do garoto.

Antes mesmo de ser contratado para comandar a equipe, Rogério Ceni passou semanas no CT de Cotia e observou as equipes mais jovens, como parte de seus estudos.

Desde então, Militão o impressionou. Zagueiro e volante na base, ele deverá ser efetivado no meio-campo. É onde Ceni mais precisa, já que tem mais defensores, mas sua versatilidade será um trunfo.

Com a presença de Militão, nome frequente nas convocações para a seleção brasileira sub-17 e também já chamado à sub-20, o São Paulo passa a ter em seu elenco principal 12 jogadores com passagem pelas categorias de base.

Alguns que vieram tardiamente de outros clubes, como Júnior Tavares, que chegou a atuar profissionalmente pelo Grêmio, e outros que tiveram a maior parte da formação no Tricolor, como o zagueiro Rodrigo Caio e o meia Lucas Fernandes.

  • Com passagem pela base: Lucas Perri (goleiro); Júnior Tavares (lateral-esquerdo); Rodrigo Caio, Lucão, Breno (zagueiros); João Schmidt, Militão, Wellington, Araruna (volantes); Lucas Fernandes, Shaylon (meias); Luiz Araújo (atacante).

João Schmidt, que é um desses 12, tem contrato até o fim de junho. Iniciou o ano como titular, mas a chegada de Jucilei fez com que ele fosse sendo gradativamente deixado de lado. O principal motivo é o contrato já assinado para defender o Atalanta, da Itália, no segundo semestre.

É essa lacuna que Militão vai preencher. Jucilei conquistou a todos por seu futebol, e o garoto deverá ser seu reserva imediato se a diretoria não contratar para a posição. Outro que pode atuar no setor é Wellington, mais uma cria tricolor.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “São Paulo promove Militão e chega a 35% do elenco com passagem pela base

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*