São Paulo goleia Mirassol em estreia do Campeonato Paulista

O São Paulo estreou no Campeonato Paulista de maneira bem-sucedida na noite deste sábado. Jogando no Pacaembu, o time superou a ausência de Hernanes e um gol contra de Bruno Peres para vencer o Mirassol por 4 a 1, de virada, em seu primeiro compromisso oficial em 2019. Anderson Martins, Pablo, Reinaldo e Hudson marcaram para a equipe da casa.

Integrante do Grupo D do Paulistão, o São Paulo marca os seus primeiros três pontos e assume a liderança da chave. O Oeste, que empatou com a Ponte Preta por 0 a 0 na abertura da edição 2019 do torneio, é o segundo colocado. Ituano e Botafogo-SP são os outros membros do grupo.

Pela segunda rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo enfrenta o Novorizontino, na próxima quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), no Estádio Jorge Ismael de Biasi. Já o Mirassol tenta se reabilitar diante do Red Bull Brasil a partir das 17h30 do mesmo dia, em casa.

O Jogo – Empurrado pela torcida, o São Paulo esboçou uma pressão inicial e levou algum perigo em jogadas pelas pontas. O Mirassol, porém, foi se soltando e não demorou a abrir o placar. Aos 12 minutos, Daniel Borges recebeu na direita e cruzou rasteiro. Arboleda não conseguiu cortar e Bruno Peres, que estava marcando Carlão, se antecipou a Tiago Volpi e tocou contra a própria meta.

Após o gol, o Tricolor diminuiu o seu ritmo e passou a trocar mais passes na tentativa de furar o sólido bloqueio rival. Em boa trama pela esquerda, Reinaldo cruzou na área, mas Riccelli apareceu e mandou para escanteio antes que a bola chegasse em Pablo.

Se por baixo estava difícil, por cima o São Paulo obteve êxito. Aos 28 minutos, após Nenê cobrar escanteio pela esquerda, Anderson Martins subiu mais alto que a marcação e testou forte para empatar. Pouco antes do intervalo, Pablo pegou rebote de cobrança de falta e quase virou.

O Tricolor voltou em cima do Mirassol e não precisou de muito tempo para virar o marcador. Após bom passe de Nenê na esquerda, Everton arrancou e foi derrubado perto da área. Reinaldo cobrou a falta na primeira trave, onde Pablo subiu livre e cabeceou para colocar o Tricolor na frente.

A situação ficaria ainda melhor para o time da casa. O zagueiro Leandro Amaro, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura após ser driblado por Bruno Peres e foi expulso. Na cobrança da falta, Nenê acertou a trave. Reinaldo, porém, pegou o rebote, deu dois chapéus e tocou para Hudson, que acionou Nenê na direita. O meia cruzou rasteiro, e Reinaldo completou para as redes.

Com as jogadas fluindo melhor no segundo tempo, o São Paulo chegou ao seu quarto gol. Após boa trama entre Helinho e Nenê pela direita, Bruno Peres recebeu na linha de fundo e cruzou de calcanhar. A zaga do Mirassol não afastou, e Hudson soltou a pancada na entrada da área, acertando o ângulo do goleiro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 X 1 MIRASSOL

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Data: 19 de janeiro de 2019, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli
Público: 21.865
Renda: R$ 673.518,00
Cartão Amarelo: Hudson e Helinho (São Paulo); Leandro Amaro e Léo Baiano (Mirassol)
Caretão Vermelho: Leandro Amaro
Gols:

SÃO PAULO: Anderson Martins, aos 28 minutos do 1º tempo; Pablo, aos 5, Reinaldo, aos 12, e Hudson, aos 20 minutos do 2º tempo
MIRASSOL: Bruno Peres (contra), aos 12 minutos do 1º tempo

São Paulo: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson (Liziero) e Nenê; Helinho (Brenner), Pablo (Everton Felipe) e Everton
Técnico: André Jardine

Mirassol: Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccelli, Leandro Amaro e Alex Juan; Léo Baiano, Simião, Felipe Augusto e Jean Carlos (Sandoval); Marquinho (Lelê) e Carlão (Yuri)
Técnico: Moisés Egert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.