São Paulo domina jogo, sai na frente, mas Grêmio reage e arranca empate

Em sua despedida do Morumbi no ano, o São Paulo decepcionou os quase 22 mil torcedores que assistiram à partida contra o Grêmio, realizada na noite desta quinta-feira e válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Livre do fantasma do rebaixamento e sonhando com uma remota chance de disputar a Copa Libertadores da América 2018, o Tricolor paulista apenas empatou com a equipe gaúcha por 1 a 1 e viu a vaga à competição continental ficar ainda mais distante.

O duelo teve cada time dominando uma etapa. Na primeira, o São Paulo sufocou o Grêmio e abriu o placar logo aos 11 minutos, quando o atacante argentino Andres Chavez percebeu o goleiro Marcelo Grohe adiantado e tocou por cima, marcando um golaço. Na segunda, a maestria de Douglas resolveu para a agremiação de Porto Alegre deixar tudo igual. Aos 21, o meia deu lindo passe para Ramiro bater sem chances para Denis, dando números finais ao confronto.

Ao final do confronto, o técnico Ricardo Gomes foi hostilizado pela torcida são-paulina e ouviu gritos de “burro” em uníssono. Os jogadores também não ficaram imunes às críticas e foram vaiados na saída para os vestiários, principalmente Carlinhos, que entrou no segundo tempo.

Com o resultado, o clube do Morumbi segue no 12º lugar, chegando aos 46 pontos, seis a menos que o Atlético-PR, primeira equipe dentro do G6 do torneio nacional. O Grêmio, por sua vez, chega aos 50, na oitava posição, e segue na briga por um lugar na zona de classificação à Copa Libertadores – os gaúchos ainda podem conquistar a vaga com o título da Copa do Brasil, da qual está na final.

A três jogos das férias, o São Paulo tem a Chapecoense como próximo adversário. Os comandados de Ricardo Gomes visitam o time catarinense, neste domingo, às 19h30 (de Brasília). O Tricolor tem ainda um jogo a ser feito na condição de mandante, mas ele será disputado no Pacaembu em função de o Morumbi estar reservado para um show no dia 4 de dezembro, data da partida contra o Santa Cruz. Já o Grêmio mandará os reservas para encarar o lanterna América-MG, às 17 horas do domingo.

São Paulo e Grêmio empataram por 1 a 1 nesta quinta-feira, no Morumbi, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os donos da casa jogaram melhor, dominaram a maior parte do jogo, mas só conseguiram fazer um gol, com o argentino Chavez. Depois, faltou pontaria. A equipe gaúcha não fez uma boa partida, mas conta com o talento de Douglas. O meia definiu o empate com passe excelente para Ramiro no segundo tempo. Livre do perigo de rebaixamento, o Tricolor paulista desacelera na esperança de G-6. E os gaúchos focam na final da Copa do Brasil.

Com esse empate, o São Paulo foi a 46 pontos e continua como 12º colocado no torneio. O Grêmio, com 50, mantém a oitava posição, a dois pontos do G-6.

Na próxima rodada, as duas equipes jogam no domingo. O Grêmio recebe o América-MG, em Porto Alegre, às 17h. E o São Paulo visita a Chapecoense, às 19h30, na Arena Condá.

O jogo – Com o peruano Cueva de titular, surpreendendo a muitos porque jogou contra o Brasil na madrugada de quarta-feira, o time da casa não precisou exercer a tradicional pressão de começo de partida para abrir o placar ainda antes dos primeiros 15 minutos. Aos 11, João Schmidt fez bom lançamento para Chavez. O argentino ganhou na corrida da defesa gremista e tocou com categoria e por cobertura na saída do goleiro Marcelo Grohe.

Como lhe é característico, a equipe gaúcha tentou com a posse de bola buscar o empate, mas sem objetividade foi alvo fácil da forte marcação são-paulina no meio-campo. Os comandados de Ricardo Gomes passaram a apostar nas roubadas de bola e nos contra-ataques. Em um deles, aos 17 minutos, o garoto Luiz Araújo partiu em velocidade pelo meio e arriscou de fora da área. O chute saiu forte e obrigou Grohe a fazer ótima defesa.

Com Douglas, principal armador da agremiação gaúcha, bem marcado pelos volantes são-paulinos, os mandantes eram pouco ameaçados e mandavam na partida. Tanto que em dois lances em sequência Chavez teve duas boas chances de ampliar. Em uma delas, desviou cruzamento de Buffarini nas mãos do arqueiro gremista. Na outra, após boa jogada de Cueva pelo meio, finalizou fraco e para fora.

Na última boa chance do primeiro tempo. Cueva por pouco não foi premiado com o gol. Aos 41, o peruano, obedecendo aos pedidos do técnico Ricardo Gomes, roubou a bola na saída dos gaúchos e invadiu a área. Na saída de Grohe, o camisa 13 tentou tocar por baixo, mas os goleiro acabou salvando o que seria o segundo tento do Tricolor paulista ainda antes do intervalo. Assim, a primeira parte do jogo terminou com sete finalizações para os mandantes e apenas uma para os visitantes.

O segundo tempo começou com o Grêmio mais à frente e ocupando o campo de defesa são-paulino. Bem postado atrás, o Tricolor paulista, entretanto, foi quem teve a primeira boa oportunidade de marcar. Aos 13 minutos, Chavez recebeu de Cueva, invadiu a área pela esquerda e bateu forte. Marcelo Grohe caiu no canto direito e escanteou a bola.

Mas quando um time tem qualidade precisa de apenas um lance para castigar o rival. Foi assim que o Grêmio chegou ao empate. Sem jogar bem, a equipe gaúcha teve nos pés de Douglas o seu grande trunfo para balançar as redes de Denis. Aos 21, o meia viu Ramiro entrando livre pela direita e tocou de primeira. O companheiro não desperdiçou o refinado passe e finalizou cruzado, à direita do goleiro são-paulino: 1 a 1.

Para conseguir o desempate, Ricardo Gomes mexeu na equipe ao promover as entradas de Hudson e Carlinhos nos lugares de Thiago Mendes e Luiz Araújo, respectivamente. Mas o gol deixou nervosos os mandantes, que passaram a cometer muitos erros de passes, levando sua torcida à fúria. Por outro lado, os gaúchos tocavam com tranquilidade e se aproximavam da área adversária.

As alterações, no entanto, não surtiram efeito e o São Paulo pouco criou até o final da partida. O Grêmio, por sua vez, controlou bem a posse de bola, mas também não voltou a ameaçar a meta de Denis. Com isso, o confronto terminou empatado e a torcida são-paulina se despediu de maneira meláncolica do Morumbi na temporada.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 17 de novembro, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira (ambos da BA)
Público: 21.933 pagantes
Renda:
R$ 276.590,00
Cartões Amarelos:
Walace e Wallace Reis (Grêmio); Julio Buffarini e Luiz Araújo (São Paulo)
Cartões Vermelhos:

GOLS:

SÃO PAULO: Andres Chavez, aos 11 minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Ramiro, aos 21 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Julio Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Eugenio Mena; João Schmidt, Thiago Mendes (Hudson) e Christian Cueva; David Neres, Luiz Araújo (Carlinhos) e Andres Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson (Jaílson), Pedro Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan (Batista)
Técnico: Renato Gaúcho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*