São Paulo consulta Wellington Nem, mas Shakhtar dificulta negócio

A pedido do técnico Muricy Ramalho, a diretoria do São Paulo está concentrando esforços na contratação de um atacante velocista e sondou a situação de Wellington Nem, do Shakhtar Donetsk (UCR). O jogador desperta interesse do clube já há algum tempo, mas não deve ser dessa vez que o desejo será concretizado. Isso porque a cúpula foi informada de que os ucranianos não aceitam liberar o atacante por empréstimo, apenas em definitivo. Nestes termos, uma negociação está descartada.

O São Paulo ouviu que Wellington até tem interesse em retornar ao Brasil, mas o empecilho é o Shakhtar. O clube ucraniano o contratou em junho do ano passado, do Fluminense, por 9 milhões de euros (cerca de R$ 25 milhões). O atleta tem mais quatro anos de contrato na Ucrânia e voltou a jogar bem, marcando gol recentemente, após período em baixa.

Revelado pelo Fluminense, Wellington Nem agrada tanto ao técnico Muricy Ramalho quanto ao coordenador técnico Milton Cruz e, na análise da comissão técnica, cairia como uma luva na montagem do elenco para 2015. Muricy tem reforçado a necessidade de contar com um jogador de tais características. Canhoto e rápido, Nem foi destaque do Flu no título brasileiro de 2012 atuando desta forma, pelos lados, municiando um jogador de referência.

Até o momento, o São Paulo anunciou as contratações do lateral-direito Bruno e o esquerdo Carlinhos, ambos ex-Fluminense, do volante Thiago Mendes, ex-Goiás, e o retorno do zagueiro Breno. Wesley, volante do Palmeiras, será anunciado tão logo se desligue do rival. Assim, para fechar o elenco, Muricy ainda espera um zagueiro que jogue pela esquerda e um atacate rápido. Osvaldo e Ademilson, que fazem essa função, podem ser negociados.

Fonte: Lance

2 comentários em “São Paulo consulta Wellington Nem, mas Shakhtar dificulta negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.