São Paulo começa Brasileiro cercado de incertezas

O São Paulo estreia neste domingo o Brasileirão cheio de incertezas. Com apenas três jogadores que ainda são tidos como bons jogadores sem muitas dúvidas pela torcida, o time de Ney Franco já encara a Ponte Preta, às 16h, em Campinas, sob olhares desconfiados, especialmente após a trágica eliminação na Libertadores, causada pela derrota por 4 a 1 para o Atlético-MG.

O ídolo Rogério Ceni, o meia da seleção Jadson e o artilheiro da temporada Luis Fabiano são os que se salvam. Ainda assim, eles começam a receber pequenas críticas por parte dos mais exigentes.

No lado dos que a torcida já não aguenta mais estão Lúcio e Douglas. Os dois foram mal na Libertadores e já não conseguem mais se livrar da desconfiança.

A maioria dos jogadores do time que estreará ainda divide a torcida. Nomes como Rodrigo Caio e Maicon, por exemplo, tem defensores ferrenhos, assim como têm críticos incansáveis.

Veja como está a moral dos 11 jogadores que enfrentarão a Ponte Preta neste domingo:

Carleto: Lateral não convenceu como titular na esquerda, e tentativas de bater falta só pioram.
Denilson: Volante não convenceu a diretoria de que merece ficar após fim de seu contrato, que acaba em junho.
Edson Silva: Zagueiro atuou pouco e não teve erros que comprometessem sua imagem, mas também nada que o colocasse como candidato a titular. Ele substituirá Rafael Tolói.
Maicon: Com elogios por saber sair jogando, meia ainda não cumpre papel na marcação e está no lugar de Ganso.
Rodrigo Caio: Volante jogará apenas no meio e poderá cair nas graças da torcida.
Silvinho: Atacante sairá jogando pela 1ª vez.

Rogério Ceni: Nem os erros na altitude ou algumas falhas no Paulista diminuem o prestígio do Mito, ou M1T0, como preferem chamar os são-paulinos. Para aumentar a idolatria, goleiro ainda é artilheiro.

Jadson: Meia é o centro de criatividade com ou sem Ganso no time. Convocado para a seleção brasileira, ele pretende voltar a ser o garçom do time, como foi no ano passado.

Luis Fabiano: Em crise com a diretoria, Luis Fabiano recebeu apoio incondicional da maioria dos são-paulinos. Até mesmo campanha de “Fica, Fabuloso e Vaza, Juvenal” foram criadas nas redes sociais.

Lúcio: Zagueiro caiu na desgraça do torcedor depois de ser expulso ainda no 1º tempo do jogo contra o Atlético-MG pelas oitavas de final da Libertadores. De lá para cá, o atleta não conseguiu mais ser unanimidade e já virou alvo de cornetas são-paulinas.

Douglas: Tido pelo grupo como um jogador esforçado e com muita vontade tática, o lateral não tem mais crédito com a torcida. Muito também por ter sido colocado improvisado por Ney Franco no setor que a torcida mais cobra: o ataque. Agora de volta a lateral, tenta recuperar o crédito.

Fonte: Uol

2 comentários em “São Paulo começa Brasileiro cercado de incertezas

  1. “…Luis Fabiano recebeu apoio incondicional da maioria dos são-paulinos… Não concordo, só se for aqui neste site, pois o que tenho visto não é isso….mas….opinião é opinião!

    • Concordo com o Thal Caló. Só os torcedores muito desligados para fazer tal campanha. Ele pode até ficar. Se mudar de comportamento e mostrar maior desprendimento e interesse, pode vir a passar por cima de tudo isso pois é goleador. Só que precisa ser goleador, também, contra boas defesas e fora de casa. E deixar de querer ser “machão” dentro de campo e esquecer o arbitro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*