Santos autoriza Ganso a conversar com o São Paulo

As negociações entre São Paulo e Santos pelo meia Paulo Henrique Ganso evoluiRAM neste final de semana. O UOL Esporte apurou que a diretoria do clube do Morumbi foi liberada pelo presidente santista, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, a formular uma proposta oficial para contratar o jogador.

O valor dá proposta é mantido em sigilo, mas o São Paulo promete superar a quantia oferecida pelo Internacional, que por intermédio da DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, fez uma proposta oficial ao jogador poucos dias antes do início dos Jogos Olímpicos de Londres.

“Eu não posso proibir o São Paulo de enviar proposta aos nossos atletas, mas aceitá-las é uma outra história”, afirmou o presidente Luís Álvaro.

Além da proposta oficial do São Paulo, a negociação ganhará outro novo episodio – o primeiro encontro de Ganso com os dirigentes são-paulinos. O dirigente santista Pedro Luís Nunes Conceição, ex-diretor de futebol e atualmente membro do Comitê Gestor do clube, autorizou o camisa 10 a iniciar as conversas.

“O Santos não tem a política de impedir nenhum jogador a procurar um novo clube. Assim como o Paulo Henrique tem esse direito. Não acredito que esse seja o momento do Paulo Henrique deixar o Santos. Esperamos que ele fique ajudando o Santos até o final de seu contrato até 2015”, afirmou o mandatário santista.

Apesar de declarar publicamente que pretende manter Ganso até o término de seu contrato em 2015, a diretoria do Santos “vê com bons olhos” a transferência do camisa 10 ao São Paulo, já que o dinheiro da negociação seria utilizada para o reforço o elenco santista, visando a próxima temporada.

As negociações entre São Paulo e Santos foram iniciadas nas últimas semanas, quando Pedro Luís iniciou as conversas com os dirigentes do clube do Morumbi.

Com a venda do meia-atacante Lucas para o Paris Saint-Germain por R$ 108 milhões, o São Paulo ficou com dinheiro em caixa para contratar Ganso. Não é a primeira vez que o São Paulo tenta adquirir Ganso. No início do mês, o Tricolor tentou contratá-lo por empréstimo de um ano. Ofereceu Casemiro e mais dois jogadores, mas o negócio não vingou.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*