Rodrigo Caio reencontra amigo no Botafogo: “Sorte, só depois do jogo”

São Paulo e Botafogo de Ribeirão Preto estarão frente a frente no Morumbi pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O jogo está marcado para as 17h deste sábado e promoverá o embate entre dois amigos de infância. De um lado, Rodrigo Caio, natural de Dracena, interior paulista. Do outro, Willian Oliveira, de Junqueirópolis, cidade vizinha ao berço do zagueiro são-paulino.

Rodrigo e Willian se acostumaram a jogar juntos e como adversário durante a infância. Chegaram a fazer teste ao mesmo tempo para entrar no São Paulo, mas só o zagueiro conseguiu uma vaga em Cotia. O volante, que está emprestado pelo Fluminense ao Bota, seguiu outros caminhos, mas as famílias seguiram unidas e na torcida pelos filhos no futebol.

“É um grande amigo, um cara que sempre que sempre saio junto quando estou no interior. Fomos formados juntos no futebol. Meu primeiro teste no Morumbi foi com ele, mas infelizmente ele não teve a oportunidade de passar como eu passei naquela oportunidade. Mas a gente sempre está junto. É um cara que guardo com um carinho muito grande. Sempre jogamos juntos em Dracena e numa cidade próxima, Tupi Paulista. A gente sempre estava junto, conversando, sempre amigos e nossos pais também. Desejo sorte, mas no jogo a sorte é mais para mim. Para ele, só depois do jogo (risos)”, brincou o camisa 3, ao UOL Esporte.

Além do reencontro com Willian, provável titular do Botafogo, Rodrigo vê a partida deste sábado como uma chance de espantar as sombras que restam da temporada turbulenta de 2017. O zagueiro acredita que o time ainda sente a pressão da luta contra o rebaixamento no ano passado, mas confia que uma vitória convincente apagará esses traumas.

“Normal, pelo 2017 que a gente teve, que exista cobrança. A gente vê uma pressão muito grande sobre nós para um 2018 totalmente diferente e entende. Entende que a torcida quer espetáculo, jogos bons e resultados positivos. Mas vale lembrar também que no primeiro jogo usamos um time alternativo, com garotos que estrearam pelo profissional, tivemos uma derrota e depois uma para o Corinthians, campeão brasileiro e paulista do ano passado. Não vejo razão para tantas críticas. Claro que a gente tem que melhorar e evoluir, e estamos conseguindo no dia a dia. Com calma o time vai se acertando, as coisas vão se ajustando naturalmente. Temos dois jogos em casa e a gente precisa da vitória e de boas partidas para ganhar confiança”, receitou.

Após o Botafogo, o São Paulo recebe o Bragantino no Morumbi, às 21h45 de quarta-feira. Aí, então, serão oito dias até voltar a campo contra o Ituano, no dia 15 de fevereiro, em Itu.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO X BOTAFOGO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hota: 3 de fevereiro de 2018, às 17h
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Evandro de Melo Lima

SÃO PAULO: Sidão, Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros e Shaylon; Marcos Guilherme, Brenner e Diego Souza. Técnico: Dorival Júnior.

BOTAFOGO: Tiago Cardoso; Lucas Taylor (Carlos Henrique), Naylhor, Plínio e Peri; Serginho, Diones, Willian Oliveira, Dodô e Danielzinho; Bruno Moraes. Técnico: Léo Condé.

 

Fonte: Uol

2 comentários em “Rodrigo Caio reencontra amigo no Botafogo: “Sorte, só depois do jogo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*