Perto da zona da degola, São Paulo sofre com seu pior ataque no século

Muricy Ramalho foi à loucura no banco de reservas com o número de chances perdidas pelo São Paulo na derrota para o Grêmio. Dida fez milagres, mas o Tricolor paulista abusou das finalizações erradas e viu o fantasma do rebaixamento voltar a se aproximar. Em um ano repleto de recordes negativos, o time do Morumbi tem também seu pior desempenho em gols marcados desde o início do século no Campeonato Brasileiro.

Em 24 rodadas disputadas até o momento, os são-paulinos balançaram as redes apenas 21 vezes, média de 0,87. Na comparação com os outros 19 participantes, apenas Náutico e Corinthians são menos produtivos. Os pernambucanos anotaram somente 14, enquanto o Alvinegro paulista acumula 20. O Cruzeiro, melhor nesse quesito, tem 50.

Os números do São Paulo são ainda piores se comparados com suas próprias campanhas em anos anteriores. Nunca neste século o clube marcou tão poucos gols quanto em 2013. Até então, as equipes de 2004 e 2010 estavam à frente, com 32 anotados em 24 rodadas. Mesmo assim, ficaram longe do rebaixamento. Neste mesmo momento do torneio, apareciam em quinto e oitavo lugar, respectivamente.

No tricampeonato brasileiro, também dirigido por Muricy Ramalho, o aproveitamento foi bastante superior. O Tricolor fez 39 gols em 2006 e 2008, além de outros 36 em 2007. Não por acaso, sobrou diante dos rivais.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Perto da zona da degola, São Paulo sofre com seu pior ataque no século

  1. É o resultado da política de contratações: Silvinho contratado depois de um único jogo, Roni, Wellinton, Admilson, o esforçado e grosso Aloisio…esperar o que? O pior ataque do século e quiçá da história do Tricolor…nem Miruca, Terto, Nelsinho, Babá e Paraná era tão ruim…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.