Pego de surpresa, pai de Ceni diz que renovação até 2015 é “gratificante”

Eurydes Ceni, pai de Rogério Ceni, ficou sabendo junto com os torcedores são-paulinos que o goleiro adiaria a aposentadoria para renovar com a equipe até agosto de 2015, decisão anunciada no início da tarde desta sexta-feira (28). “Soube agora mesmo. Cheguei em casa para almoçar, liguei a televisão e vi a manchete: ‘Rogério vai jogar a Libertadores'”, contou Eurydes ao UOL Esporte pouco depois do anúncio.

O novo vínculo de Rogério Ceni com o São Paulo vai até 5 de agosto de 2015, um dia depois da final da Libertadores. O contrato pode ser ainda maior caso o clube conquiste o torneio. Assim, ele jogaria um eventual Mundial.

O pai do goleiro revelou que conversou com Ceni sobre a aposentadoria no último fim de semana, quando o São Paulo foi a Cuiabá – Eurydes mora no Mato Grosso – para enfrentar o Santos na Arena Pantanal. Mas ainda não havia uma decisão em vista.

“Conversamos bastante, ele falou que estava em dúvida e eu disse: o que eu posso desejar é que Deus te ilumine para que você decida pelo melhor, o que você achar melhor. O que você decidir, eu te apoio, não tem contestação nenhuma”, contou o pai do goleiro.

Eurydes, que há poucos dias revelou ao UOL Esporte que a família considerava que Rogério deveria se aposentar no fim dessa temporada, apesar de deixar a decisão exclusivamente nas mãos do goleiro, vê o anúncio com um olhar positivo.

“Para mim, é um prazer enorme conseguir vê-lo na televisão jogando futebol, mas claro que tudo tem um limite. No meu íntimo, depois daquele resultado catastrófico da Copa Sul-Americana, eu imaginei que ele ia tentar mais uma Libertadores. Agora dá um outro ânimo. Para mim, que sou pai e estou a 2.200 km de distância, poder vê-lo em jogos do São Paulo é muito mais gratificante do que sem ele jogando”, finalizou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*