Pato recebe vaias coloradas e o apoio de Abel antes de bater o ex-clube

Foi uma noite feliz para Alexandre Pato. O atacante não marcou em seu retorno ao Beira-Rio, sete anos depois de ter deixado o clube de criação. Mas jogou bem, e o São Paulo saiu vitorioso do confronto da noite desta quarta-feira, no reencontro com o Beira-Rio. Vaiado, o jogador recebeu o carinho de Abel Braga antes do jogo. 
Pato teve boa movimentação. Esteve melhor em campo em relação ao seu companheiro de ataque, Alan Kardec. Sempre que a bola chegou a ele, segurou com qualidade e conseguiu distribuir para os companhieros. Por exemplo, deixou Kaká na boa dentro da área, após brigar com três, mas o meia finalizou na rede pelo lado de fora, já no segundo tempo. Foi o mais perigoso do setor ofensivo, tendo errado uma finalização após os 30 minutos do segundo tempo.
Antes do jogo, Pato, porém, não recebeu ovação nem nada do gênero. Foi ele o primeiro são-paulino a pisar no campo do Beira-Rio, acompanhado de Kaká. Ambos tiraram uma “selfie” no gramado, sentiram o clima e voltaram para o vestiário. Quando teve o nome anunciado, Pato foi vaiado. 
– A torcida me recebeu, me xingou, e isso é normal. Tenho que comemorar com meus companheiros e com a nossa torcida agora – disse Pato.  

Não houve um estouro sonoro, mas o atacante criado no Beira-Rio ouviu apupos. Na entrada de campo, foi ao reservado colorado. Cumprimentou um por um os presentes. Esperou Abel Braga entrar para dar um abraço no técnico que o lançou. 
– Estou feliz da vida por você. Tudo de bom – disse Abel ao jogador, antes de falar para a imprensa – Não quero lembrar 2006, em 2006 ele estava voando – brincou. 
Pato não decidiu a partida, mas, aos poucos, parece voltar a voar. Mais discreto do que nos últimos jogos, ajudou o São Paulo a prender a bola no campo de ataque e deixou o gramado em que nasceu esgotado para dar lugar a Ademilson. Com o Tricolor dentro do G4, a meta é deixar o time pronto para o clássico de domingo contra o Santos, às 16h no Morumbi.

– Foi ótimo. ganhar aqui foi especial. Está lindo, senacional, só esoerava a vitória. Agora é trabalhar bem para chegar no clássico. O Campeonato Brasileiro é pontos corridos e jogar fora de casa é sempre idficil. Conseguimos. Ganhar fora de casa é sempre importante, ainda mais quando você se dedica. O time está bom, estamos trabalhando bastante e queremos melhorar mais ainda – projetou o camisa 11.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*