Pato e a sintonia com a torcida tricolor em 2014

A 11ª matéria sobre a temporada dos atletas são-paulinos é com o camisa 11 Alexandre Pato, que chegou ao clube no início do ano e logo caiu nas graças da torcida. Emprestado pelo arquirrival Corinthians, o centroavante conquistou o torcedor tricolor com as suas boas exibições dentro de campo e terminou o Campeonato Brasileiro de 2014 como o artilheiro do São Paulo na competição, com nove gols ao lado de Luis Fabiano e Alan Kardec (marcou um pelo Palmeiras).

De acordo com o atleta, que atuou em 40 jogos e rendeu boas opções ao técnico Muricy Ramalho na frente, 2015 tem tudo para ser ainda mais produtivo. E para que isto aconteça, Pato quer manter a sintonia com a torcida. “Fiquei muito feliz com o reconhecimento dos torcedores e do clube, porque sempre me acolheram bem. Então, para retribuir, sempre tentei dar o meu máximo nos jogos e ajudar a equipe”, afirmou o atacante.

Por ter jogado cinco partidas pelo Corinthians, seu ex-clube, no Campeonato Paulista, o jogador não pôde atuar na competição estadual, que em seu regulamento não permite que um atleta com mais de três jogos atue por dois clubes diferentes. Dessa forma, o centroavante teve que esperar a estreia do Tricolor na Copa do Brasil para vestir pela primeira vez a camisa do São Paulo, que ocorreu no duelo contra o CSA-AL (1 x 0), em Maceió.

“Infelizmente não pude jogar o Campeonato Paulista pelo São Paulo, mas tive a oportunidade de mostrar o meu futebol no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil e na Sul-Americana. Agora, não vejo a hora de jogar a Libertadores pelo São Paulo. Por isso, vou me preparar bem para começar a próxima temporada com tudo”, acrescentou.

Agora, porém, Pato terá a oportunidade de reforçar o time desde o início do ano. Por isso, focado, o camisa 11 quer fazer bonito na disputa da Libertadores da América. Em uma das chaves mais disputadas da competição, o Grupo 2, o Tricolor terá a companhia do atual campeão do torneio, o San Lorenzo-ARG, e do campeão uruguaio, o Danubio, além de um clube a ser definido (Corinthians ou uma equipe colombiana).

“Um dos nossos objetivos, em 2014, era o de conquistar uma vaga na Libertadores. Conseguimos e agora não vejo a hora de entrar no torneio com o pé direito, porque nosso novo objetivo é conquistar o campeonato. Queremos este título para os torcedores, que sempre nos apoiaram durante a temporada”, finalizou o centroavante, que foi o vice artilheiro da equipe em 2014, com 12 gols, atrás apenas de Luis Fabiano (20).

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.