Para técnico são-paulino, gramado do Palestra “não tem condição”

Ao assistir à partida amistosa entre Brasil e México no Palestra Itália, há pouco menos de três semanas, Juan Carlos Osorio viu de perto o péssimo gramado em que seu time jogará neste domingo, em duelo com o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador são-paulino, o estado atual da grama interfere negativamente na prática do futebol.

“Parece que o estádio é ótimo, mas a grama, não. Pelo que vi, não estava em ótima condição para um jogo profissional”, analisou, nesta sexta-feira.

Osorio esteve na arquibancada do estádio no dia 7, acompanhado do coordenador técnico Milton Cruz. Disse depois que gostaria de ir lá mais vezes – e também à arena do Corinthians – para ver jogos do Palmeiras, mas que foi demovido da ideia por conta da rivalidade entre os times.

Apesar da crítica feita a dois dias do retorno ao local, desta vez para trabalhar, o colombiano lembrou que não apenas o São Paulo sofrerá com o gramado. “Não é desculpa, porque é ruim para ambos. Seguramente, os jogadores técnicos deles também sofrerão”, ressalvou.

De fato, os próprios jogadores do Palmeiras têm reclamado do gramado. No último compromisso em casa, diante do Fluminense, o meia Robinho chegou a pedir desculpas publicamente ao time adversário. Alexandre Mattos, diretor de futebol do clube, também se queixou e fez cobranças à World Sports, empresa responsável pela manutenção do gramado.

“Estamos indignados. Não pode um estádio tão lindo, uma arena tão moderna, talvez a mais moderna e bonita do País, da América do Sul e compatível com as melhores da Europa, ter um gramado em situação pífia, ridícula. Os jogadores estão indignados com essa situação, com esse gramado terrível”, criticou.

De acordo com a World Sports, o problema é resultado da troca (tardia) para a grama de inverno, a qual foi feita há pouco mais de um mês. A empresa alega, no entanto, que o local continuou recebendo partidas em sequência, impedindo que a “maturidade ideal do campo” fosse atingida.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.