Opinião de são-paulino pré-eleição: Leco x Pimenta

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, aqui o espaço é seu. Diga o que espera da eleição desta noite, na disputa entre Leco e Pimenta. Quem você acha que será melhor para presidir o São Paulo? Dê a razão de sua opinião.

15 comentários em “Opinião de são-paulino pré-eleição: Leco x Pimenta

  1. Prefiro o Leco, mesmo com seus altos e baixos tem conseguido colocar aos poucos de volta aos trilhos.
    Quanto a Pimenta, tem história mas só de saber que é apoiado por Abilio Diniz, a pessoa que não coloca um centavo no clube e acha que através de contribuições para campanhas dos candidatos tem direito a mandar no clube e sem mandato. Tô fora !

  2. Espero sinceramente que o Leco seja derrotado. Não aguento mais essa linha Juvenal Juvêncio, que só obteve êxito no primeiro mandato devido aos reflexos da administração do Marcelo Portugal Gouvêa. Quando começou a administrar na sua linha, cagou e sentou em cima.

  3. Desesperança total, não acredito na capacidade do Leco, o Pimenta cometeu um grave ato de corrupção, acabou dando um jeitinho de voltar, o vice dele foi funcionário fantasma na época do Mário Covas e para agravar mais, tem a Abílio por trás disso tudo, como acreditar nessa chapa com tantos nomes imundos e de intenções duvidosas?

    De onde vier estamos lascados, estou completamente desanimado com o nosso futuro. Só tem coisa ruim.

  4. Entre um perdedor nato, o Leco ganhou o que nos diversos cargos no clube, absolutamente nada e um vencedor nato, ganhou tudo no clube, além disso tem ao seu lado um outro vencedor nato, Abilio Diniz.

    Todos eles tem algo de ruim, algumas suspeitas e apoios suspeitos, mas analisando apenas o lado esportivo, não tem nem comparação, é como comparar um fusca com uma ferrari.

  5. Se os dois tivessem vergonha na cara e o mínimo de honestidade não estariam disputando a presidência do clube…… o nosso presente é uma tristeza sem perspectiva de melhoras para o futuro.

  6. “A maior loucura é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes.” Meleco esteve no comando do futebol do São Paulo, direta e indiretamente, por mais de dez anos. E o Tricolor só se apequenou nesse período em relação aos rivais. Enquanto o futebol sofreu com projetos imediatistas e dezenas de contratações “inexplicáveis”; o Marketing praticamente inexistiu, de tão ineficiente. A marca São Paulo mais do que subutilizada foi depreciada. Outra coisa, dirigente sério jamais recusaria os serviços de auditoria independente de empresas conceituadíssimas. Isto só afastou ainda mais os patrocinadores.

    Por sua vez, as muitas suspeitas sobre Pimentinha demostram que talvez não possua envergadura moral para presidir o Tricolor de novo. O fato de ser laranja/testa de ferro de Abílio Diniz não melhora o quadro. Depois do mal sucedido “golpe” em seus parceiros franceses do Casino, este senhor também perdeu credibilidade. O São Paulo não pode ser playground de ninguém.

    Hoje, o são paulino está entre a forca e a guilhotina. Mas é preciso alguma mudança. Futebol profissional é dinheiro, não dá pra ficar de braços cruzados assistindo os rivais se capitalizarem.

  7. Qualquer um dos dois candidatos se deparará com enormes dificuldades para gerir o clube nesse próximo exercício. A situação financeira é deficitária e nada indica que ela vai se recuperar no curto prazo. O dinheiro da Globo já foi adiantado e as receitas do marketing minguaram. A esperança é fazer dinheiro no meio do ano, quando o mercado europeu será aberto para a aquisição de jogadores. Então, a diretoria vai ficar na torcida para aparecer algum clube disposto a investir em jogadores como Rodrigo Caio, Cueva ou Luiz Araújo. A expectativa de montar uma grande equipe inexiste. O Leco nas entrevistas parece mais preocupado em reduzir o déficit, no que ele não está errado. Qualquer um sabe que administrar orçamento negativo significa em tomar novos empréstimos e, a médio prazo, aumentar o déficit. O Pimenta, por sua vez, tem falado em instituir um fundo de investimento para aquisição de jogadores. Anteriormente, a implantação de plano similar não logrou êxito. Vide a contratação do Ricardinho feita junto ao time da zona leste, que gerou grande prejuízo para os investidores. Investir no futebol é o mesmo que apostar em cassino. Por isso não acredito que essa ideia possa vingar. Enquanto isso, o que se vislumbra é o encolhimento dos investimentos, seja no patrimônio ou mesmo no futebol. A verdade é que estamos de volta ao período das vacas magras, vivido nos anos 50 e 60, e a prova são as contratações de jogadores como Tomaz, Marcinho e Morato. Os mais velhos vão se lembrar que eles em nada diferem de Sabino, Miruca, Deleu e outros desse mesmo patamar. A rota traçada nas últimas gestões administrativas está nos conduzindo à pequenez. Passamos de protagonistas do futebol brasileiro para meros coadjuvantes, cuja aspiração maior é permanecer na serie A. Quem viver verá…

  8. Se o Pimenta estivesse ao menos melhor acompanhado.
    Não é questão de quem é o melhor, mas o menos pior.
    Mas já estou cansado de lecos, juvenais e afins

  9. O que o pessoal aqui não entende é que só tem somente esses 2 dinossauros disputando! Eu prefiro o dinossauro da década de 90, pra ver se algo muda, simples assim.

    Nós não temos torcedores novos e ricos como o Palmeiras, disposto a fazer alguma loucura pelo clube.

  10. Precisamos de inovação! De uma nova geração a frente do Soberano… Chega desses antepassados….
    “Ah o Pimenta foi presidente na época dos mundias”
    “Ah o leco era diretor quando fomos tri brasileiros”

    Juntando os dois não dá um!! De qqr forma, a Situação precisa sair, se reestruturar e tentar voltar em 2020. Espero que dê a Oposição…

  11. O Pimenta tem uma história vitoriosa e deixou o São Paulo muito bem nos sentidos administrativos.
    Teve a história da comissão, mas ele foi julgado, inocentado e voltou a assumir posto de prestígio no clube.
    Porém isso tudo foi antes, hoje o cenário é muito pior que nos anos 90.
    Precisamos de uma renovação, de pessoas com pensamentos atuais.

  12. Os 2 nao presta, mas o menos pior é o Pimenta, chega de Leco ja deu que tinha que dar, e Pimenta tem que fazer uma nova gestao moderna, transparente voltada ao time sao paulo pq afinal de contas é o time que eleva o nome do clube sao paulo futebol clube, se o time esta uma porcaria sem ganhar titulos ninguem vai querer ser socio, nao vai ter novos associados de um clube que administra mal que nao liga para o time e contrata mal.Um time e clube sem titulos é nada, essa historia de suas glorias sao do passado, do passado sim, quem vive de passado é museu, temos sim que nos orgulhar de tantos titulos importantes que ganhamos, 3 mundias e 2 libertadores e tantos outros, mas o presente é que conta e esses titulos presentes que mantera o time para um futuro promissor, caso contrario sera isso que temos visto ano apos ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*