Opinião de são-paulino: arbitragem no futebol

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, quero abrir espaço aqui para falarmos das arbitragens. Nem vou falar que estão agindo de má fé contra o São Paulo, mas, naturalmente, como são os jogos do Tricolor que assisto a todos, e um pouco menos dos outros times, é o ponto que quero pegar. E vou ficar, como exemplo, na última partida do São Paulo contra o Palmeiras, domingo. A arbitragem me causou uma irritação profunda: marcou dois impedimentos inexistentes do ataque tricolor (Pato e Kaká), que sairiam na cara do goleiro e fariam o gol; deu um pênalti inexistente contra o São Paulo; não deu um impedimento absurdo de Leandro, em jogada que originou o lance em que Rogério Ceni fez uma grande defesa e Henrique perdeu gol feito.

Isso posto observamos que o jogo poderia ter ficado 3 a 0 para o São Paulo, mas por erros de arbitragem, por muito pouco não perdemos por 2 a 1.

E aí? O que vocês acham? Com a palavra os são-paulino, leitores do Tricolornaweb.

 

Paulo Pontes

 

8 comentários em “Opinião de são-paulino: arbitragem no futebol

  1. A tempos que o SPFC é roubado descaradamente, desde que começou a bater de frente contra os canalhas da CBOSTF!

    Fomos roubados contra o Palmeiras, mas já estamos acostumados com isso, roubos e roubos contra nós.

    O SPFC tem q

  2. Acho que a arbitragem no Brasil, não é diferente da arbitragem de qualquer país do mundo!
    É o olhar humano, a interpretação e decisão instantâneas. Não dá para crucificar ninguém. Também não dá para ficar dizendo que a brasileira é pior. Para exemplificar, a decisão da última Copa da Alemanha foi vencida pelo time de Munich, na prorrogação, depois de 1 gol legítimo do adversário não ter sido dado no final do tempo regulamentar. É só lembrarmos das arbitragens da copa para não ficarmos nesta de criticar a arbitragem brasileira: o mesmo arbitro/auxiliar que se sobressai em acertos, de-repente, comete erros que pode comprometer o resultado de um time. É mais uma variável insegura que faz do futebol essa grande paixão: se fosse “matemático” não seria tão apaixonante!. . . .

    • Realmente, há arbitragem ruim em muitos lugares, não apenas no Brasil. Mas isso não é motivo para aceitarmos essa situação.
      Pesquise e encontrará gente que defendeu as arbitragens do Edilson Pereira de Carvalho antes de vir a tona a notícia de venda de resultados. É um absurdo! Todos os comentaristas de arbitragem deveriam ter perdido o emprego naquela semana. Penso que somente pela exigência de um elevado nível técnico da arbitragem podemos de alguma forma evitarmos a ação de uma nova máfia do apito.

      E o argumento de que as injustiças da arbitragem fazem do futebol um esporte apaixonante é, desculpe-me o termo, uma besteira. Que base tem isso? Qualquer análise indica o oposto. Ou passar spray no chão para marcar a posição da barreira diminuiu o interesse pelo futebol? E o acréscimo de um árbitro na linha de fundo? E o mecanismo usado na Copa para acusar o momento que a bola ultrapassa a linha do gol?
      Não. Nenhuma dessas inovações fez diminuir o interesse pelo esporte. A Copa, por exemplo, teve ótimo público.
      Pela comparação com outros esportes a lenda de que a injustiça é o charme do futebol também não se sustenta. Todos os outros esportes de massa (Basquete, Vôlei, Baseball, Rugby e Futebol Americano) já adotaram mecanismos de revisão de jogadas sem perder público.

      Não acho que é a injustiça que gera o gosto pelo esporte, mas a qualidade técnica e empenho dos atletas (daí o sucesso de alguns reality shows). E ver um lance bonito ser anulado pela incompetência de um arbitro não atrai público, afasta, pois aquele momento é praticamente riscado da história. Gol bonito anulado por impedimento não gera placa, não ganha prêmio, não é lembrado nos melhores momentos do ano etc.

      Exigir árbitros melhores e a adoção de meios tecnológicos não vai descaracterizar o futebol e tende a popularizá-lo. Quem não gosta de futebol geralmente não gosta por conta dos placares magros que a arbitragem adora.

  3. Eu acho que a arbitragem esta ruim no mundo todo, vimos arbitragem pessima na copa do mundo.
    Que eles tem vontade de prejudicar o São Paulo é verdade, isso só vai melhorar quando a diretoria parar de bater de frente com a CBF.

  4. Com certeza fomos prejudicados neste jogo,como em tantos outros,acredito que o SPFC deveria entrar com representação na CBF,sempre que forem cometidos erros grotescos como os da última partida e prejudicarem o time,erros que interfiram diretamente no resultado,como foi o caso do último jogo,só assim,quem sabe assim,os árbitros passem a executar seus serviços de modo mais assertivo,devem ter medo de punições,coisa que ñ acontece.

  5. A arbitragem é deliberadamente ridícula. Clubes investem fortunas em atletas, pessoal de apoio (médicos, massagista, fisioterapeutas, nutricionistas etc), equipamento e estrutura para depois correr o risco de um amador decidir sua sorte.
    O fato de discutirem se vão adotar ou não um mecanismo eletrônico que indica se a bola entrou ou não no gol, algo que nem pára o jogo, deixa clara a opção pela incompetência.
    E o que ocorre quando o sujeito comete um erro? Na maioria das vezes, nada.
    O caso da máfia do apito deixou claro que clubes e imprensa formam um bando de bocós. Por que ninguém levantou a voz para dizer que os erros daquele árbitro não eram aceitáveis? Porque já se acostumaram com a incompetência.

  6. Enquanto isso, no dia anterior, no jogo do Corinthians contra o Bahia: 5 minutos de acréscimos no final da partida.

    Nem preciso dizer que a Globo/CBF pede pra dar uma ajudinha aos times mais populares e uma bela prejudicada ao nosso tricolor por conta das rusgas que sempre tem com a diretoria, seja o Juju, seja esse babaca que está atualmente.

    Eu percebi isso no ano que o Corinthians foi campeão, num jogo que deram 4 minutos de acréscimo, era Corinthians e Atl. Mineiro, que o Adriano fez o gol aos 43 e o juiz encerrou a partida aos 47.

    E nem preciso comentar o STJD favorecendo o Flamengo em 2009. O famoso caso das trancinhas rubro-negras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*