Novo esquema e 15 jogadores testados em três dias: Dorival busca novo SP

 

Após a derrota por 2 a 1 para o Bahia, no último domingo, o técnico Dorival Júnior garantiu: mudanças aconteceriam no São Paulo. E não será por falta de trabalho que o Tricolor não reagirá no Campeonato Brasileiro. Na primeira semana cheia que o treinador tem desde sua chegada, foram três dias de testes e 15 jogadores usados na equipe titular. Tudo para encontrar a formação que seja capaz de vencer o Cruzeiro no próximo domingo, às 11h, no Morumbi, para sair da zona do rebaixamento.

Não são apenas mudanças de peças. Dorival testou um novo esquema tático e modificou bastante o jeito de jogar da equipe. Abaixo, o GloboEsporte.com mostra tudo o que foi trabalhado pela comissão técnica nesta semana.

TERÇA-FEIRA

Time que treinou (esquema 4-2-3-1): Renan Ribeiro, Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei e Petros; Thomaz, Hernanes e Brenner; Lucas Pratto.

Campinho São Paulo treino terça-feira (Foto: GloboEsporte.com)

Campinho São Paulo treino terça-feira (Foto: GloboEsporte.com)

O técnico manteve o esquema 4-2-3-1, mas a diferença é que apostou em maior rapidez pelas pontas com as entradas de Thomaz e Brenner. O primeiro ainda não foi utilizado pelo novo treinador. O segundo, considerado uma joia pela comissão técnica e pela diretoria, já teve oportunidade de entrar duas vezes no Campeonato Brasileiro, sempre no segundo tempo.

Antes de montar o time, Dorival comandou uma atividade dividindo o elenco em cinco grupos de quatro jogadores. Dois quartetos se enfrentavam a cada jogada. O objetivo era driblar a linha adversária e voltar para fazer a recomposição rapidamente. No entender do treinador, o São Paulo tem atuado de maneira muito exposta porque os atletas da frente demoram a voltar.

QUARTA-FEIRA

Time que treinou (esquema 4-1-4-1): Renan Ribeiro, Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Shaylon, Jonatan Gomez, Hernanes e Marcos Guilherme; Lucas Pratto.

Campinho São Paulo treino quarta-feira (Foto: GloboEsporte.com)

Campinho São Paulo treino quarta-feira (Foto: GloboEsporte.com)

Dorival optou por mudar o esquema tático para o 4-1-4-1. A grande surpresa foi a ausência de Jucilei entre os titulares, já que o volante havia iniciado todas as partidas no Campeonato Brasileiro. Petros foi o único volante de marcação, com a segunda linha formada por quatro peças ofensivas, sendo um mais técnico (Shaylon), dois que conduzem bem a bola (Gomez e Hernanes) e um mais rápido (Marcos Guilherme).

Com a segunda linha atuando para frente, o São Paulo ganhou em força ofensiva. Contra o Bahia, o que chamou a atenção foi que a equipe teve muita posse de bola, mas não soube o que fazer com ela. Além disso, com a presença de Gomez, o time passou a ter a opção do chute de fora da área, jogada que quase não é vista nas partidas do Tricolor na temporada.

QUINTA-FEIRA

Time que treinou: Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Éder Militão; Marcinho, Petros, Hernanes e Marcos Guilherme; Lucas Pratto.

Campinho treino São Paulo quinta-feira (Foto: GloboEsporte.com)

Campinho treino São Paulo quinta-feira (Foto: GloboEsporte.com)

 O esquema tático seguiu igual, mas peças foram trocadas. Para dar um pouco mais de sustentação defensiva, Jonatan Gomez foi substituído por Éder Militão, que atuou como primeiro volante, no meio das duas linhas. Petros passou a ser posicionado no segundo quarteto ao lado de Hernanes, Marcos Guilherme e Marcinho, que reapareceu na equipe na vaga de Shaylon.

O treinador ensaiou muito a saída rápida pelas pontas. Dorival levou os atletas para outro campo e não permitiu que as jogadas fossem filmadas ou fotogradas. Mas era possível ver a toda hora a bola sendo puxada por Marcinho pelo lado direito ou por Marcos Guilherme pela esquerda. O objetivo, com isso, é que Lucas Pratto não tenha de sair da área para receber a bola. O argentino tem jogado fora de suas características nas últimas partidas e isso o prejudica bastante. Basta ver que na partida contra o Bahia ele não deu nenhum chute a gol.

COMO SERÁ NESTA SEXTA?

Dorival Júnior comanda pela manhã mais um treino tático e mostrará qual opção mais gostou para o duelo do final de semana. Vale lembrar que, para o confronto diante dos mineiros, ele não pode contar com Cueva, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Novo esquema e 15 jogadores testados em três dias: Dorival busca novo SP

  1. Tá certo… vai testando as possibilidades até encaixar o grupo mais eficaz…
    Quanto a ausência de Jucilei acredito ser justamente isso… testar variações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*