Muricy lembra conselhos dados a Breno: “Não ouviu o cara certo”

O técnico Muricy Ramalho conhece bem o zagueiro Breno, que cumpre pena em liberdade condicional por incendiar a própria casa onde morava na Alemanha, em 2011. Segundo o comandante, que poderá voltar a trabalhar com o prata da casa na próxima temporada, o destino do jogador seria outro se ele tivesse ouvido os seus conselhos no início de carreira no São Paulo.

“Ele não ouviu o cara certo, porque eu não tinha interessa em nada, só no bem dele. Ele era muito garoto, a gente sabe como é. A maioria das pessoas que cuidam de jogador só quer o dinheiro desses caras. Eu via que era perigoso mesmo. Deu no que deu”, lamentou Muricy. “Às vezes, jogador não sabe quem tem que ouvir, escolhe os caras errados, que prometem muita coisa. Eu não prometo nada, eu cobro. Mas é difícil. Quando o jogador vai embora do CT, existe muita gente lá fora”, acrescentou.

O comandante do São Paulo lembrou a sua própria trajetória como atleta para ressaltar a importância dos bons exemplos. “Na minha época, escutei o Poy, que era um p.. de um chato. Hoje em dia, dou graças a Deus de ter ouvido. Ele falava para eu guardar dinheiro, não ir à balada… Apesar de que eu ia”, sorriu. “Eu achava a pior coisa do mundo aquele gringo pegando no meu pé. O que ele me falava, eu falo para os meus: no dia em que eu parar de pegar no seu pé, é porque não me interesso mais por você. Infelizmente, não cuidaram do Breno. Só quiseram se aproveitar dele. A gente vai trazê-lo de volta e cuidar dele de novo. Vamos ver se ele ouve.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Antigo e futuro conselheiro de Breno, Muricy lamentou as más influências que o zagueiro teve na carreira

Breno tem contrato com o São Paulo válido até 7 de outubro de 2015 e vive a expectativa de voltar a trabalhar no clube que o revelou. Muricy Ramalho é cauteloso ao abordar o assunto. “É um caso especial. Temos que tomar muito cuidado, porque é um jogador que parou totalmente de ser atleta. A gente deve incluí-lo pouco a pouco de novo no meio do futebol, com pessoas o auxiliando, porque ele passou por momentos difíceis. O São Paulo teve um grande gesto, como sempre, pois nunca abandona seus jogadores”, concluiu o antigo conselheiro do zagueiro.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Muricy lembra conselhos dados a Breno: “Não ouviu o cara certo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*