Michel Bastos celebra boa atuação e reconciliação com a torcida

Dentre todos os jogadores que conseguiram um bom desempenho na partida contra o Toluca, na noite desta quinta-feira, no estádio Morumbi, o meia Michel Bastos foi um dos que mais mostrou satisfação. Autor do primeiro gol da goleada por 4 a 0 do Tricolor, ele explicou a comemoração junto ao símbolo do clube e disse que nem imaginava balançar a rede. Quanto à torcida, espera que todos já tenham esquecido as desavenças do passado.

“Na hora da comemoração ali eu dei um pique, viu? C… (risos). Nem pensei, só fui”, disse o armador, que em 2015 pediu silêncio aos são-paulinos depois de marcar o terceiro tento da vitória por 3 a 0 sobre o Sport. Neste ano, foi alvo de um protesto específico da Torcida Tricolor Independente, que o chamou de “Migué Bastos” antes da partida contra o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista.

“Eu realmente não estava em um bom momento. Deixei a desejar tecnicamente em algumas partidas, mas nunca deixei de dar o meu máximo. Dei o máximo todas as vezes em que entrei em campo e queria deixar isso claro pra eles. Acho que a gente precisava de uma atuação dessa pra nossa afirmação dentro da competição”, comentou o jogador, que deixou a partida contra o Strongest avisando aos companheiros: “Deixaram a gente chegar, agora vamos até o final”.

“Muita gente desacreditou do nosso time, mas, se a gente continuar jogando desse jeito, vão nos colocar como favoritos. Agora é manter os pés nos chão e buscar lá no México essa classificação”, analisou Michel, dando a tônica do pensamento de todos os atletas do elenco.

“Agora a gente tem que manter a cabeça no lugar pra não deixar escapar essa vaga. Sabia que precisava de uma partida dessa para melhorar a confiança, jogador com confiança é outro”, observou o volante Thiago Mendes, outro que teve grande atuação após um mau início de ano.

Já o lateral direito Bruno, que participou do tento inicial ao bater um lateral da área, o 4 a 0 foi resultado mais da boa performance da equipe do que de uma má apresentação do adversário. “Acho que a atitude foi o principal da nossa equipe, fomos para cima desde o começo e não deixamos a equipe deles respirar”, encerrou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*