Mata-mata e clássico: São Paulo tem primeira semana decisiva no ano

Após folgar sábado e domingo, o São Paulo inicia nesta segunda-feira a sua primeira semana decisiva na temporada 2018. Com um duelo eliminatório marcado para esta quinta e um clássico a ser disputado no domingo, o Tricolor terá dois importantes testes para medir suas forças.

O primeiro desafio é o confronto com o CSA-AL, pela temerária segunda fase da Copa do Brasil. Após eliminar o Madureira, a equipe busca avançar mais uma etapa no torneio nacional. Para isso, terá de vencer os alagoanos no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Diferentemente da primeira fase, agora o clube e do Morumbi não terá a vantagem do empate no tempo normal. Assim, em caso de igualdade durante os 90 minutos, o classificado será definido na disputa por pênaltis.

Para esta decisão, o técnico Dorival Júnior poderá contar com o reforço de Valdívia. Apresentado na última sexta-feira, o meia-atacante já teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e está apto a estrear com a camisa tricolor.

Três dias depois, no domingo, o São Paulo disputará o seu segundo clássico em 2018. Pressionado, após perder por 2 a 1 para o Corinthians no Pacaembu, o time enfrentará o Santos, no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Para o San-São, Dorival já lamenta ao menos um desfalque. Trata-se de Rodrigo Caio, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino. Inicialmente, ele cumpriria suspensão na partida contra o Ituano. Mas, como ela foi adiada, ele terá de se ausentar diante do Santos.

Após sete jogos, o São Paulo já se encontra pressionado na temporada. Com quatro vitórias, sendo três consecutivas, um empate e duas derrotas, ostenta aproveitamento de 61% dos pontos em disputa. Entretanto, sem ter realizado apresentações convincentes, a equipe segue sob desconfiança de sua torcida, que a vaiou em algumas partidas do ano.

Posto isso, os resultados dos próximos dois jogos indicarão o ambiente do clube nas semanas seguintes. Com classificação na Copa do Brasil e vitória no San-São, Dorival Júnior ganhará fôlego e moral no Morumbi. Do contrário, a pressão interna e externa aumentará de modo significativo.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*