Maicon releva chateação por reserva, mas avisa Bauza: “Quero jogar”

O zagueiro Maicon não se preocupa com a sinceridade de suas palavras. Dono de boas atuações na temporada, o jogador admitiu nessa sexta-feira que ficou chateado por não ter atuado no empate por 1 a 1 com o Trujillanos, em partida disputada na quarta-feira e válida pela Copa Libertadores. O atleta disse respeitar as escolhas da comissão técnica chefiada por Edgardo Bauza, mas deixou claro que tem o interesse de estar presente em todos os compromissos que o clube terá pela frente nesse primeiro semestre.

“A opção do treinador foi essa e cabe a mim respeitar. Disse antes da viagem [para a Venezuela] que o time tinha à disposição quatro zagueiros com totais condições de jogo. E ele optou pelo Rodrigo Caio e pelo Lugano. É claro que eu quero jogar. Fico chateado, mas não digo que estou chateado com o treinador. Eu quero jogar todos os jogos. Mas o elenco é grande e temos atletas de altíssimo nível. Preciso trabalhar no dia a dia e nas partidas para que ele possa apostar em mim”, afirmou o zagueiro.

O interesse de Maicon em estar presente na maioria dos jogos do São Paulo é explicado pela curta duração de seu contrato com o clube. Emprestado até junho pelo Porto. o jogador conta com mercado no futebol europeu e poderá ser vendido pela equipe portuguesa após o término do contrato com o Tricolor. Antes de viajar para a Venezuela, na última segunda-feira, o zagueiro concedeu entrevistas no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, e admitiu que “será um pouco complicado de ficar” no São Paulo após o encerramento do vínculo atual.

Com aproximadamente três meses de contrato pela frente, Maicon tomou como um desafio pessoal a melhora no rendimento da defesa são-paulina. Ele estreou na vitória por 2 a 0 contra o Novorizontino e esteve presente na vitória por 2 a 0 contra o Mogi Mirim, no empate por 1 a 1 com o River Plate e nas derrotas por 1 a 0 para a Ponte Preta e por 2 a 0 para o Palmeiras.

Segundo o zagueiro, as boas atuações da zaga estão condicionadas à retomada do poderio ofensivo. Os atacantes tricolores têm enfrentado uma seca de gols e deixaram a desejar nos últimos jogos. “É preciso melhorar o contexto geral, tanto defensivo quanto ofensivo. Temos feito poucos gols pela qualidade dos jogadores que temos no elenco. E quem não faz muitas vezes toma”, disse. “Às vezes levamos gols em vacilos, quando estamos dormindo. E estamos tentando evitar. Não tivemos muito tempo para trabalhar, mas isso não pode ser desculpa”.

Confirmado como titular na partida desse domingo, contra o Ituano, Maicon tentará mudar a escrita e ajudar o São Paulo a somar mais três pontos no Campeonato Paulista. A equipe está na vice-liderança do Grupo C, atrás da Ferroviária. Os dois times estão empatados com 13 pontos, mas o Tricolor perde nos critérios de desempate.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

4 comentários em “Maicon releva chateação por reserva, mas avisa Bauza: “Quero jogar”

  1. O maicon seria titular absoluto, a outra vaga ficaria entre o Rodrigo Caio e Lugano, inclusive se fosse o maicon na jogada do gol do tijuano nao teriamos levado o gol, foi ridiculo o lugano deixou o jogador subir.
    Uma pena que o Maicon so veio por emprestimo, se fosse uma diretoria descente faria possivel para compra-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*